Agrotóxico associado a mal de Parkinson é banido do Brasil

Anvisa confirmou a proibição do Paraquate nesta terça-feira

Publicado em terça-feira, 15 Setembro, 2020 - 21:21 Por Gésio Passos - Brasília

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, confirmou o banimento do agrotóxico Paraquate no Brasil a partir do próximo dia 22 de setembro.

A decisão foi tomada nesta terça-feira, por maioria dos diretores do órgão. Com isso, o produto não poderá ser produzido ou usado no país, além da proibição da importação da substância.

Evidências levantadas pela Anvisa mostram que a utilização do Paraquate poderia causar mal de Parkinson e mutações genéticas, principalmente nos empregados que trabalham na aplicação da substância.

Parlamentares, fabricantes e agricultores já haviam solicitado a prorrogação do banimento por mais um ano para que novas pesquisas fossem concluídas.

Fabricio Rosa, da Associação Brasileira dos Produtores de Soja, a Aprosoja, em manifestação enviada para a Anvisa, pediu mais prazo para que novos estudos financiados pelos produtores sejam concluídos.

Karen Friedrich, biomédica e representante da Associação Brasileira de Saúde Coletiva, Abrasco, reforçou a necessidade de proibição do Paraquate.

A decisão pela proibição deste agrotóxico a partir de setembro de 2020 já havia sido tomada em 2017. Mas a utilização do Paraquate já era proibida em algumas culturas de frutas e hortaliças, como abacaxi, couve, beterraba, uva e pêssego.

O produto é aplicado nas plantações de soja, algodão, arroz, cana-de-açúcar, batata, entre outras.

Na próxima semana a Anvisa deve definir regras para o uso do estoque do Paraquate comprado pelos agricultores para a próxima safra.

Edição: Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo