Medicamento para mieloma múltiplo, bortezomibe é incorporado ao SUS

Opção fica disponível em até 180 dias na rede pública

Publicado em segunda-feira, 28 Setembro, 2020 - 20:08 Por Dayana Vítor - Brasília

Os brasileiros adultos portadores do mieloma múltiplo, que é um tipo de câncer na medula, terão, em até 180 dias, uma nova opção de tratamento disponível no Sistema Único de Saúde: o bortezomibe. A portaria do Ministério da Saúde com a inclusão desse remédio no SUS foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira.

Para receber o medicamento, os candidatos ao tratamento precisam seguir alguns critérios: não terem sido previamente tratados e também serem candidatos a um transplante de medula. Lembrando que, apesar de o Brasil possuir mais de cinco milhões de inscritos no Redome, Registro de Doadores de Medula Óssea, e haver 850 pessoas precisando do transplante, as chances de compatibilidades entre eles são de uma em cem mil.

Então, o bortezomibe pode melhorar muito a qualidade de vida dos portadores do mieloma múltiplo até que um doador compatível seja encontrado, pois ele bloqueia a atividade de certas proteínas dentro da célula cancerosa, provocando sua morte. Esse mecanismo ajuda a diminuir o crescimento do tumor.

O remédio é de alto custo, cada caixa tem o valor médio de R$ 1,5 mil reais e consiste em apenas uma dose. O tratamento é composto por várias injeções que são aplicadas em ciclos de semanas, dependendo do tipo de mieloma.

Edição: Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Grupos prioritários para receber vacina contra Covid-19 são definidos

O Ministério da Saúde prevê que a campanha vai atingir pouco mais da metade da população brasileira, cerca de 109,5 milhões de pessoas, em duas doses. A previsão é que a vacinação comece ainda no primeiro trimestre do ano que vem, ou seja, até o mês de março.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Sequência de falhas causou rompimento da barragem do Jati

Uma sequência de falhas foi o que causou o rompimento da barragem do Jati, no Ceará, em 21 de agosto.

Baixar arquivo
Saúde

Governador do RJ descarta recuo na flexibilização da quarentena

O governador em exercício do Rio de Janeiro, Claudio Castro afirmou que o governo se concentra na testagem em massa, aumento de leitos e fiscalização das restrições que ainda vigoram. A testagem deve começar nesta quinta-feira.

Baixar arquivo
Geral

Moradores do Amapá vão ter desconto de 5,89% na tarifa de energia

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Energia Elétrica, Aneel, decidiu ainda suspender o pagamento pela distribuição de energia no Amapá à empresa LMT, por não prestação de serviço público.

Baixar arquivo
Educação

Evento vai debater formação de professores quilombolas

1ª Jornada Nacional Virtual Quilombola vai abordar aspectos peculiaridades, como a memória dos mais velhos e as tradições orais na formação dos indivíduos nessas comunidades

Baixar arquivo
Geral

Ponte da Integração Brasil-Paraguai tem 40% do projeto finalizado

Obra está sendo realizada perto do Marco das Três Fronteiras, ligando Foz do Iguaçu à cidade paraguaia de Presidente Franco. Batizada de Ponte da Integração Brasil-Paraguai, a estrutura vai custar R$ 323 milhões e é financiada pela empresa Itaipu Binacional.

Baixar arquivo