Anvisa autoriza importação de 6 milhões de doses da CoronaVac

Vacina chinesa ainda está sendo testada pelo Instituto Butantan

Publicado em sexta-feira, 23 Outubro, 2020 - 21:06 Por Eliane Gonçalves - São Paulo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta sexta-feira (23) a importação de 6 milhões de doses da vacina experimental contra a covid-19, fabricada pelo laboratório chinês Sinovac e testada no Brasil em parceria com o Instituto Butantan.

Todos os diretores da Anvisa foram favoráveis à liberação. A decisão destaca que, na importação em caráter excepcional de produto sem registro, cabe ao importador, no caso, o Butantan, garantir a eficácia, segurança e qualidade do produto.

Além das doses que vão ser importadas da China, o Instituto Butantan também aguarda a autorização para importação do princípio ativo da vacina para começar a fabricar outras 40 milhões de doses da Coronavac. Segundo o presidente do Butantan, Dimas Covas, está tudo pronto para o Brasil começar a produzir a vacina.

Mas sejam as doses importadas da China, sejam as que podem ser fabricadas no Brasil, por enquanto, o uso da Coronavac ainda não está autorizado. Para isso, a vacina  precisa ser registrada pela própria Anvisa, e isso só vai acontecer se for aprovada em todos os testes.

Segundo Dimas Covas, a Coronavac já passou nos testes de segurança, mas ainda não conseguiu comprovar a eficácia na proteção contra a infecção pelo coronavírus. Nesta sexta-feira, o Instituto Butantan anunciou que ampliou o número de centros de testagem da vacina no estado de São Paulo com a abertura de seis novos centros na região metropolitana.

O objetivo é passar de 9 mil para 13 mil voluntários e conseguir acelerar o processo de comprovação da eficácia.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Justiça

STF decide que data de concurso pode ser alterada por motivo religioso

Após três sessões de julgamento, por 7 votos a 4, a Corte entendeu que as provas podem ser remarcadas para outra data que não conste no edital, desde que a mudança não cause prejuízos para a administração pública e à preservação da igualdade na seleção dos candidatos.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Prefeitura do Rio terá que criar repúblicas para jovens não adotados

Decisão é resultado de uma ação da Defensoria Pública do estado. Medida vai contemplar jovens que alcançam a maioridade antes de serem adotados ou não têm mais vínculo com suas famílias

Baixar arquivo
Geral

Itaí, cidade de 39 das 41 vítimas de acidente em SP, tem luto coletivo

O velório das vítimas, a maioria jovem, foi coletivo e ocupou dois ginásios de esportes. Cada família teve em média duas horas para se despedir das vítimas. Os sepultamentos duraram a madrugada inteira e terminaram na tarde dessa quinta-feira.

Baixar arquivo
Economia

Bolsonaro comemora criação de empregos apesar da pandemia

O presidente Jair Bolsonaro disse estar otimista para fechar o ano no positivo em relação à criação de empregos formais.

Baixar arquivo
Segurança

Homem é preso em flagrante no RJ por pornografia infantil

Um homem foi preso em flagrante nesta quinta-feira em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, por armazenar conteúdo de pornografia infantil em arquivos digitais.

Baixar arquivo