Covid-19: Bolsonaro assina MP que destina R$ 20 bilhões para vacinação

Valor cobrirá despesas com doses, seringas, agulhas e a logística

Publicado em 17/12/2020 - 14:53 Por Maíra Heinen - Brasília

Vinte bilhões de reais. Esse foi o valor destinado nesta quinta-feira (17) para o Ministério da Saúde para a vacinação da covid-19, por meio de medida provisória.

A MP foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro durante a cerimônia de posse do novo ministro do Turismo, Gilson Machado.

O valor de R$ 20 bilhões vai cobrir despesas com a compra das doses de vacina, seringas, agulhas, logística, comunicação para o chamamento da população a ser vacinada.

O dinheiro não é destinado a nenhuma vacina específica. Ele será utilizado conforme o planejamento e as necessidades do Ministério da Saúde.

Segundo Jair Bolsonaro, assim que houver autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), as vacinas já estarão à disposição de todos.

A medida também permite que as autoridades de saúde possam adquirir as primeiras vacinas que tenham o uso autorizado pela Anvisa e que apresentem possibilidade de rápida disponibilização à população brasileira.

Os 20 bilhões são do superávit financeiro de exercícios anteriores e não dependem da aprovação de lei para serem utilizados, porque é um crédito extraordinário. Os recursos ficarão disponíveis imediatamente e poderão ser utilizados desde já pelo Ministério da Saúde.

Lembrando que, nesta semana, o governo lançou o Plano de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19. Ainda não há uma data estabelecida para o início da campanha de vacinação.

Mas o ministro da Saúde, Eduardo Pazzuello, disse que, se o planejamento for mantido, e alguns laboratórios apresentarem os estudos pendentes ainda neste mês, a Anvisa realiza a análise e, em meados de fevereiro, o Sistema Único de Saúde (SUS) estará com as vacinas registradas para iniciar o plano de vacinação.

 

 

Últimas notícias
Educação

Piso salarial dos professores aumenta 33% e passa para R$ 3.845

O piso salarial dos professores da rede pública vai passar de R$ 2.886 para R$ 3.845, um aumento de 33,24%. Esse é o valor mínimo que o profissional deve receber no país.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Mais de 1.600 pessoas foram resgatadas de trabalho escravo em 2021

Em comunicado divulgado nesta quinta-feira (27), o Ministério Público do Trabalho informou que recebeu 1.415 denúncias de trabalho escravo, aliciamento e tráfico de trabalhadores no ano passado, número 70% maior que em 2020.  

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Rio de Janeiro registra 40ºC nesta quinta-feira (27)

Para os próximos dias a previsão é que as temperaturas fiquem um pouco mais amenas devido a chegada de uma frente fria, nesta sexta-feira (28).

Baixar arquivo
Esportes

Campeão paulista, São Paulo inicia defesa de título contra Guarani

Tricolor deve promover as estreias de boa parte dos reforços de 2022

 

Baixar arquivo
Saúde

Covid: 13% do esperado para faixa de 5 a 11 anos foi vacinada no Rio

Até esta quinta-feira (27), pouco mais de 72 mil crianças entre 5 e 11 anos foram vacinadas contra a covid, bem abaixo da expectativa da prefeitura em alcançar pelo menos 90% de imunização. Os dados são do Painel Rio Covid-19.

Baixar arquivo