Anvisa quer mais informações para liberar vacina fabricada na Índia

Fiocruz quer importar doses do imunizante da AstraZeneca e Oxford

Publicado em 04/01/2021 - 19:52 Por Jéssica Gonçalves, com reportagem de Daniel Ito - Brasília

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reforçou que precisa de mais informações para autorizar o uso emergencial da vacina contra a Covid-19 que está sendo fabricada na Índia.

O pedido de mais informações sobre o produto foi feito pela Anvisa à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em uma nova reunião técnica realizada nesta segunda-feira (4).

No Brasil, a Fiocruz é a responsável por fabricar o imunizante da Oxford e AstraZeneca, desenvolvido no Reino Unido. Mas a previsão é de que as primeiras doses fabricadas aqui no país só fiquem prontas em fevereiro. Por isso, a própria fundação havia pedido à Anvisa que importasse 2 milhões de doses dessa vacina, produzida na Índia, em caráter excepcional.

A agência autorizou a importação no último dia 31 de dezembro. Mas para autorizar o uso do imunizante no país, ela quer saber se a versão fabricada na Índia é semelhante à que é fabricada no Reino Unido, e também se os materiais utilizados são os mesmos.

Na reunião desta segunda-feira com a Anvisa, os representantes da Fiocruz apresentaram os dados que já eram de seu conhecimento. A fundação emitiu uma nota após o encontro, dizendo que está empenhada para que essas informações solicitadas pela Anvisa sejam reunidas e apresentadas com a maior brevidade possível.

Enquanto isso, a importação das vacinas indianas corre o risco de não se concretizar, mesmo com a aprovação da Anvisa. Isso porque o governo da Índia pode negar a venda do produto ao Brasil.

Nesse domingo, Adar Poonawalla, presidente do Instituto Serum — que fabrica a vacina no país asiático — afirmou que o governo indiano deve barrar a exportação do imunizante, até que a população mais vulnerável do país esteja vacinada. Segundo ele, isso pode atrasar em até dois meses a exportação para outros países, inclusive para o Brasil.

Quem está conduzindo as negociações pela importação das vacinas indianas, neste momento, é o Ministério das Relações Exteriores, que não retornou contato até o fechamento desta reportagem.

Edição: Ana Pimenta

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Vacinados ainda podem ser infectados pelo coronavírus

De acordo com especialistas, a imunização evita casos graves da doença, mas não impede que a pessoa seja reinfectada - e transmita o vírus. Para evitar o contágio, vacinação deve ser combinada com distanciamento social e uso de máscara.

Baixar arquivo
Política

Senado: Cronograma para CPI da Covid será apresentado na segunda

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que na próxima segunda-feira, vai apresentar o cronograma e os procedimentos para a instalação da CPI da Covid-19.

Na primeira reunião serão escolhidos por meio de votação o presidente e o vice-presidente da Comissão.

Baixar arquivo
Política

Joaquim Silva e Luna é aprovado para a presidência da Petrobras

O general foi aprovado em reunião do Conselho de Administração da estatal realizada nesta sexta-feira (16). Também foram nomeados os sete integrantes da Diretoria Executiva da estatal. Três deles foram reconduzidos ao cargo.

Baixar arquivo
Saúde

Anvisa chega neste sábado a Moscou para vistoriar fábrica da Sputnik V

Conclusões vão subsidiar decisão sobre uso da vacina no Brasil. Anvisa faz busca ativa das informações, já que 40% dos documentos que devem ser entregues pelos fabricantes estão incompletos ou não chegaram a ser apresentados.

Baixar arquivo
Saúde

SP: Crianças e gestantes foram vacinadas contra covid por engano

 Ao todo, 51 pessoas foram vacinadas contra a covid-19 por engano no estado de São Paulo. Eram pessoas que deveriam tomar a vacina contra a gripe e acabaram recebendo doses da Coronavac.

Baixar arquivo
Geral

SP libera comércio e cultos religiosos em nova fase de transição

Medidas restritivas anunciadas ficam entre a atual fase vermelha do Plano São Paulo e a laranja, que adota restrições ainda mais brandas. As regras valem a partir de domingo (18).

Baixar arquivo