Anvisa detalha porque não aprovou a Sputnik V, vacina contra covid-19

Publicado em 29/04/2021 - 21:11 Por Victor Ribeiro, Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Em uma reação inédita, a Anvisa divulgou nessa quinta-feira trechos de uma reunião feita no dia 23 de março com representantes do Instituto Gamaleya, da Rússia, que desenvolve a vacina Sputnik V. Todas as reuniões da agência reguladora são gravadas, mas foi a primeira vez que ocorreu a divulgação.

O diretor-presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, considerou o ato uma resposta necessária diante da repercussão internacional da decisão da agência de rejeitar o pedido de governadores para importar doses da vacina. Barra Torres destacou que diversos motivos levaram à decisão unânime da diretoria da Anvisa, na última segunda-feira. Entre eles, a composição da Sputnik V.

Antônio Barra Torres avaliou que não adianta o Instituto Gamaleya alterar apenas os documentos enviados à Anvisa. A vacina precisa passar por mudança na composição.

O principal problema é que a vacina contém um micro-organismo chamado adenovírus replicante. Esse micro-organismo, usado em outras vacinas contra a covid, deveria estar apenas na forma inativa, ou seja, sem a capacidade de se replicar.

Em nota, o Instituto Gamaleya disse que a decisão da Anvisa teve natureza política e ameaçou processar a agência reguladora por difamação. E acrescentou que nenhum adenovírus competente para replicação foi encontrado em lotes da Sputnik V.

Mas o presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, afirmou que os documentos apresentados pelo instituto indicam o contrário.

Durante esta quinta-feira, circulou nas redes sociais o boato que a Anvisa negou a importação da Sputnik V com base em resultados de testes que teriam sido feitos em um lote de vacinas adulteradas. Barra Torres rebateu essa suspeita e destacou que as análises da agência são feitas apenas nos documentos sobre o desenvolvimento das vacinas.

O presidente da Anvisa reiterou o compromisso da agência em acelerar a autorização de uso de remédios e vacinas, principalmente no combate à pandemia, desde que cumpram critérios internacionais de eficácia, qualidade e segurança. Antônio Barra Torres afirmou que a Anvisa continua à disposição do Instituto Gamaleya e dos demais desenvolvedores para receber novas informações que tornem possível a liberação de uso de novos produtos.

Edição: Raquel Mariano/ Beatriz Arcoverde

Últimas notícias
Saúde

Doação de leite humano só atende metade da demanda no Brasil

Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. 

Baixar arquivo
Política

Presidente da República almoça com embaixadores de 18 países no Rio

Como exemplo de situações de instabilidade mundial, que demonstram a segurança oferecida pelo Brasil, Jair Bolsonaro citou os riscos de desabastecimento que vários países vêm passando.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro: crimes contra a vida têm queda de 17%

Os dados são relativos aos primeiros quatro meses de 2022 na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 1.025 vítimas, o menor número desde 1991.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: número de testes positivos em farmácias cresce 54% em maio

Dos 210 mil testes realizados na primeira quinzena do mês, quase 50 mil comprovaram a infecção pelo coronavírus. Já em abril, foram 262 mil no total e cerca de 32 mil confirmaram a presença do Sars-Cov-2.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

ONU diz que subiu 500% o total de pessoas com fome no mundo desde 2016

Os níveis de fome ao redor do mundo atingiram uma nova alta, segundo o secretário-geral das Nações Unidas. António Guterres fez declarações na quarta-feira, durante uma reunião ministerial sobre segurança alimentar, em Nova Iorque. 

Baixar arquivo
Política

Lei que torna permanente o Auxílio Brasil é publicada pelo governo

A medida que estabelece um piso do benefício de R$400 de forma permanente foi sancionada, nessa quarta-feira, pelo presidente Jair Bolsonaro e publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira.

Baixar arquivo