Ministério da Saúde estuda necessidade da 3ª dose vacinal contra covid

O tema foi debatido hoje com especialistas e parlamentares

Publicado em 16/08/2021 - 16:00 Por Leandro Martins - Repórter da Rádio Nacional - Brasília
Atualizado em 15/09/2021 - 14:38

A disseminação da variante Delta da covid 19 provocou um questionamento sobre a eficácia de algumas vacinas; e também sobre a possibilidade de uma terceira dose ou de uma dose de reforço do imunizante. Este foi o tema do debate da Comissão Temporária da Covid-19, no Senado, nesta segunda-feira (16).

Os casos de contaminação pelo coronavírus por pessoas com o ciclo de vacinação completo chamam a atenção de parlamentares e especialistas.

A secretária Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, do Ministério da Saúde, Rosana Leite Melo, ressaltou a marca de duzentos milhões de doses já distribuídas no país e afirmou que é possível que haja a necessidade de uma dose de reforço da vacina, ou de uma terceira dose.

Segundo ela, o Ministério da Saúde tem estudos em andamento para saber que decisão tomar e sobre qual imunizante seria o mais adequado.

Segundo a diretora da Anvisa, Meiruze Freitas, vários países estão conduzindo estudos sobre uma terceira dose da vacina contra o coronavirus, e alguns até já estão aplicando a dose extra de imunizantes na população. Meiruze informou que a Anvisa está atenta às discussões fora do Brasil sobre a necessidade de mais uma dose.

Meiruze citou a Espanha, que pesquisa a eficácia de aplicar vacinas com tecnologias diferentes em um mesmo paciente, embora o país ainda siga aplicando a segunda dose com o mesmo imunizante. Segundo Meiruze, em países como a Austrália e a Alemanha, estudos sobre a aplicação de imunizantes diferentes apontam para a necessidade de doses de reforço somente em condições especiais, como pacientes de câncer, por exemplo, que têm a imunidade reduzida.

Também participou da audiência, a pesquisadora da Fiocruz, Margareth Dalcolmo, que acredita que a variante delta tem grandes chances de se tornar prevalecente em várias regiões do país. Somente no Rio de Janeiro, a pesquisadora, que também é médica, disse que já é possível perceber aumento de hospitalização de idosos com o ciclo de vacinação completo, assim como profissionais de saúde.

 

Edição: Sâmia Mendes / Guilherme Strozi

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Pfizer entrega mais 2,3 milhões de doses

Já foram entregues ao Plano Nacional de Imunizações 89 milhões de doses. Até o dia 30, o laboratório deve entregar mais 11 milhões para cumprir o contrato com o Ministério da Saúde. 

Baixar arquivo
Esportes

Brasil terá clássico com Argentina na semifinal do Mundial de Futsal

Brasileiros e argentinos jogam pela vaga na grande decisão da Copa do Mundo de Futsal na quarta-feira (29), às 14h (no horário de Brasília).

Baixar arquivo
Geral

1.600 motoristas são banidos de aplicativo

Em comunicado, a Uber informou que foram cortados da plataforma os motoristas com altas taxas de cancelamento de corridas.

Baixar arquivo
Esportes

Brasil celebra títulos internacionais no tênis de mesa e no boxe

No tênis de mesa, Hugo Calderano foi campeão do WTT Star Contender de Doha (Catar). No boxe, Beatriz Ferreira ficou com o título do Mundial Militar.

Baixar arquivo
Geral

Presidente Bolsonaro testa negativo para covid-19

O presidente esteve em isolamento no Palácio da Alvorada durante os últimos cinco dias, após ter tido contato com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que testou positivo e segue em isolamento nos Estados Unidos. 

Baixar arquivo
Geral

Aposentandos e pensionistas têm que fazer prova de vida até 30/9

Desde julho, os servidores inativos que não fizeram a prova de vida em 2020 e 2021, ou em um dos dois anos, devem regularizar sua situação cadastral.

Baixar arquivo