Estatuto da Pessoa com Câncer entra em vigor

Publicado em 29/11/2021 - 10:25 Por Daniella Longuinho - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Está em vigor o Estatuto da Pessoa com Câncer. A medida torna obrigatório o atendimento integral à saúde da pessoa com câncer no SUS, Sistema Único de Saúde, o que inclui assistência médica e de fármacos, assistência psicológica, atendimento especializado e, ainda, tratamento adequado da dor e cuidados paliativos.

Dentre os objetivos do estatuto estão o diagnóstico precoce, informação clara e confiável sobre a doença e o tratamento adequado, bem como humanização da atenção ao paciente e à sua família. 

Segundo a norma, a pessoa com câncer tem direito ao atendimento prioritário - respeitadas outras como idosos, gestantes e pessoas com deficiência , assistência social e jurídica. 

Carina Mota, assistente social do Grupo de Apoio a Pessoas com Câncer, entidade sem fins lucrativos com atuação na Grande São Paulo, vê com entusiasmo a medida.

Pela lei, deixa de ser prioridade e passa a ser direito o acolhimento pela própria família, em detrimento a abrigo ou instituição de longa permanência, exceto para pessoas carentes. Também passa a ser direito, e não mais prioridade, a presença de acompanhante durante o atendimento e período de tratamento.

Atendimento educacional em classe hospitalar ou regime domiciliar, conforme interesse da pessoa com câncer e de sua família, também é um direito fundamental do estatuto, especialmente para crianças e adolescentes. 

O presidente Jair Bolsonaro vetou o trecho do Projeto de Lei que previa "garantir o acesso de todos os pacientes aos medicamentos mais efetivos contra o câncer". Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência justificou que essa proposição conflitaria com as atuais diretrizes diagnósticas e terapêuticas em oncologia.          

Segundo o Instituto Nacional do Câncer, para cada ano do triênio 2020-2022, no Brasil, são estimados 625 mil casos de câncer. O câncer de pele será o mais incidente, seguido pelos cânceres de mama e próstata, cólon e reto, pulmão e estômago. 

 

Edição: Raquel Mariano/ Marizete Cardoso

Últimas notícias
Economia

Carlos França afirma que entrada do Brasil na OCDE trará investimentos

O ministro das relações exteriores, Carlos França afirmou que a entrada do Brasil na OCDE vai ajudar a trazer investimentos estrangeiros e criar um ambiente de negócios favorável ao país.

Baixar arquivo
Saúde

Boletim da Fiocruz aponta aumento de casos de covid em todo o país

São 25 unidades da federação que apresentam ao menos uma macrorregião de saúde com nível de casos semanais de Síndrome Respiratória Aguda Grave considerado muito alto ou extremamente alto. 

 

Baixar arquivo
Saúde

Hospitais federais do RJ vão receber mais 1.700 profissionais de saúde

Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro tem cobrado a realização de concursos públicos para substituir de forma definitiva os profissionais que atuam com contratos temporários.

Baixar arquivo
Política

Voo com 211 brasileiros deportados dos EUA chega ao Brasil

Coordenadoria da Infância e Juventude do TJ-MG informou que 90 crianças que desembarcaram do voo humanitário estavam acompanhadas por pelo menos um responsável com vínculo biológico e que nenhuma precisou ir para abrigos.

Baixar arquivo
Geral

Trotes para serviços de emergência viram multa no Acre

Nos últimos três anos, o Acre registrou mais de 15 mil trotes. E esse não é um problema que atinge somente os serviços de urgência no estado.

Baixar arquivo
Economia

Aumento de contaminações por covid desacelera crescimento do turismo

A onda da pandemia de covid-19 provocada pela variante ômicron fez com que destinos turísticos muito procurados no país tivessem redução na oferta de voos diários ao longo do mês de janeiro.

Baixar arquivo