PF cumpre 11 mandados de busca e apreensão em nova etapa da Lava Jato

Alvo é organização criminosa suspeita de fraudar licitações

Publicado em terça-feira, 12 Janeiro, 2021 - 11:28 Por Raquel Junia - Rio de Janeiro

Em mais uma etapa da Lava Jato, uma operação da Polícia Federal em cooperação com o MPF e a Receita Federal cumpre nesta terça-feira (12) 11 mandados de busca e apreensão. Os alvos são integrantes de uma organização criminosa suspeita de fraudar licitações da Petrobrás e subsidiárias. Expedidos pela 13ª Vara Federal em Curitiba, os mandados estão sendo cumpridos em endereços da capital federal, além de São Luís do Maranhão, Angra dos Reis – na costa verde fluminense, Rio de Janeiro e São Paulo.

Segundo a Polícia Federal, durante as investigações da Operação Lava Jato, foi identificado que a organização fraudava licitações mediante o pagamento de propina a altos executivos da Petrobras e da Transpetro em valores que ultrapassaram R$ 12 milhões.

As empresas são consideradas vítimas da organização criminosa, que teria atuado entre 2008 e 2014. Um diretor da Transpetro é apontado por envolvimento no esquema, que consistia também em várias operações de lavagem de capitais para ocultar a origem ilícita dos valores movimentado. O principal meio para ocultar as propinas era a aquisição de obras de arte, além de transações imobiliárias.

As operações consistiam na compra de peças valiosas com a realização de pagamento de quantias ‘por fora’. Tanto o comprador, quanto o vendedor emitiam notas fiscais e recibos, mas declaravam à Receita Federal valores bem menores do que os praticados em leilões de Galerias de Arte, com diferenças que variaram de 167 a 529%.

Ainda de acordo com a  Polícia Federal, em operação anterior, na residência de um dos investigados, foram encontradas obras de arte que apresentavam variações significativas entre o preço de aquisição declarado e o valor de mercado, em patamares de até 1.300% de diferença.

Os alvos dos mandados de busca de apreensão estão sendo investigados pelos crimes de corrupção, fraudes licitatórias, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Piauí não terá eventos de carnaval

A ideia é evitar aglomerações e um possível colapso na saúde. Além disso, estão suspensos também no estado os pontos facultativos tradicionais nessa época.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: todos os municípios do Rio de Janeiro já receberam a vacina

Todos os 92 municípios do Rio de Janeiro já receberam as primeiras doses da vacina contra a covid-19. Parte das cidades, inclusive a capital e algumas da região metropolitana, começou a vacinação na segunda (18) e terça-feira (19).

Baixar arquivo
Saúde

Governo do Pará envia equipe à cidade de Faro

Objetivo é ajudar quanto às questões de atendimento hospitalar, já que, ontem (19), foram confirmadas as mortes de seis pessoas por falta de oxigênio. Faro fica na divisa com o estado do Amazonas, região da Calha Norte. E no município de Coari (AM), sete pessoas que estavam internadas com covid-19 morreram também por falta de oxigênio.

 

Baixar arquivo
Geral

Prova de vida de aposentados segue suspensa até fevereiro

Com o novo decreto publicado nesta quarta-feira (20), o INSS prorrogou até fevereiro a suspensão do corte dos pagamentos de quem não fez a comprovação, tanto para residentes no Brasil ou no exterior.

Baixar arquivo
Educação

Niterói classifica educação como atividade essencial

Com isso, escolas poderão funcionar e ano letivo deve começar em março. Atualmente, a cidade está no nível amarelo de controle da covid-19, o que significa que até o ensino fundamental pode retornar às aulas presenciais. O secretário de Educação disse que, no entanto, ainda não há decisão para reabertura imediata das escolas.

Baixar arquivo
Geral

Em Sergipe, prefeito deve responder por tomar vacina contra a covid-19

Prefeito do interior do estado de Sergipe poderá responder por ter tomado a vacina contra a covid-19 sem fazer parte dos grupos prioritários. 

Os detalhes com Pedro Ramos, da Rádio UFS FM de Aracaju. 

Baixar arquivo