Filho diz que Flordelis pediu para ele assumir autoria de homicídio

Ela é acusada de ser a mandante do assassinato do marido em 2019

Publicado em 19/04/2021 - 21:36 Por Daniella Longuinho - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O filho adotivo da deputada federal Flordelis, do PSD do Rio de Janeiro, Lucas Cézar de Souza, afirmou, nesta segunda-feira (19), que não teria como a parlamentar não saber do planejamento da morte do pastor Anderson do Carmo, marido dela.

Lucas prestou depoimento no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, que analisa o processo por quebra de decoro parlamentar contra a deputada, acusada de ser a mandante do assassinato de Anderson em 2019. Ela nega as acusações.

O filho adotivo disse que, se Flordelis não tivesse participação no crime, Anderson ainda estaria vivo.

Preso desde junho de 2019 por ter intermediado a compra da arma utilizada no assassinato, Lucas César de Souza contou também que a deputada tinha o costume de enviar cartas a ele por meio da mulher de um outro detento. Em uma das cartas, a parlamentar teria tentado convencê-lo a assumir a autoria da morte do pastor.

No trecho que acabamos de ouvir, Lucas se refere ao irmão Flávio dos Santos, apontado como autor dos disparos contra o pastor Anderson, e que foi preso no velório do padrasto. Sobre a carta, Lucas diz que ela estava assinada e que reconheceu a letra de Flordelis.

Ainda durante o depoimento, Lucas de Souza declarou que não recebeu diretamente da deputada qualquer informação ou ordem para o crime, e atribuiu o planejamento do assassinato à Marzy Teixeira da Silva, outra filha adotiva da parlamentar.

Também prestou depoimento ao Conselho de Ética da Câmara a mulher de um dos detentos, Andrea Santos Maia, presa em agosto do ano passado acusada de levar cartas de Flordelis aos filhos da parlamentar na prisão. Andrea contou que só conhecia a deputada como mãe dos internos e que atuava como líder comunitária ajudando famílias de presos. 

Presente na audiência, a advogada de defesa de Flordelis, Janira da Rocha, fez algumas perguntas ao filho adotivo da deputada. Procurada para comentar as acusações, ela não retornou até o fechamento desta reportagem.

Edição: Jéssica Gonçalves/ Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Governo distribui novas doses de vacinas contra a covid-19

Na próxima semana, o Ministério da Saúde começa a distribuir para os estados quase 4 milhões de vacinas da AstraZeneca/Fiocruz, além de mais 1,1 milhão de doses da Pfizer. O Instituto Butantan também libera mais 2 milhões de doses da Coronavac na segunda-feira (10).

 

 

Baixar arquivo
Saúde

Vacinação de grupos prioritários será segmentada por idade no Rio

Nesta semana, o calendário de vacinação contra covid-19 para os grupos prioritários voltará a ser segmentado por gênero e idade. As pessoas de 47 a 49 anos receberão a vacina até sábado (15).  Já os idosos acima de 61 anos receberão a segunda dose da Coronavac no período da manhã.

Baixar arquivo
Internacional

Foguete chinês se desintegra ao reentrar na atmosfera da Terra

Os destroços do foguete Longa Marcha 5B caíram no Oceano Índico, a oeste das Ilhas Maldivas. Há relatos de visualização desses destroços no céu de quatro estados brasileiros: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Minas Gerais.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: confira como estão as medidas restritivas em alguns estados

Bahia, Ceará e São Paulo decidiram manter as restrições para atividades não essenciais. Já o Maranhão, começou a liberar algumas atividades. E, em Minas Gerais, o pedido foi para que a população evite aglomerações no Dia das Mães. 

Baixar arquivo
Internacional

Mãe poderá concluir curso de medicina perto da família, decide Justiça

Ser médica, casar e ter filhos. Esses eram os sonhos da Ana Luísa Guedes. Em 2018, tudo parecia estar indo exatamente como planejou: a brasiliense passou no vestibular e estava cursando medicina numa universidade federal em Niterói.

Baixar arquivo
Saúde

Média de idade das vítimas da covid-19 no país cai quase oito anos

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Fiocruz nessa sexta-feira (7), esse não é o único dado que mostra que a pandemia está atingindo grupos mais jovens da população.

Baixar arquivo