Região metropolitana do Rio tem aumento de 15% nas mortes por tiros

Publicado em 12/07/2021 - 09:11 Por Fabiana Sampaio - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

A região metropolitana do Rio de Janeiro registrou um aumento de 15% nas mortes por arma de fogo no primeiro semestre do ano, de acordo com levantamento do Instituto Fogo Cruzado. Mais de 1.100 pessoas foram baleadas nas 19 cidades do Grande Rio, quase 600 morreram e mais de 540 ficaram feridas.

Também foi registrado um aumento de 54% no número de chacinas. Foram 37 situações com três ou mais mortos na mesma ocorrência nos seis primeiros meses do ano. Cento e sessenta e seis pessoas foram assassinadas. Na maioria, segundo o levantamento, houve presença de agentes de segurança nas ocorrências.  

O número de pessoas baleadas dentro de casa dobrou no primeiro semestre. Foram 32 pessoas atingidas por arma de fogo nessa situação, contra 16 em 2020. Este ano, 20 morreram e 12 ficaram feridas. 

A violência vitimou também agentes de segurança. Segundo o levantamento, 94 foram baleados e 38 morreram. Um aumento de 27% na comparação com o primeiro semestre do ano passado. 

No total, o levantamento registrou mais de 2.700 tiroteios ou disparos de arma de fogo. O número representa uma média de 15 tiroteios por dia, número 7% maior que o acumulado no primeiro semestre de 2020. 

A capital fluminense concentrou mais da metade desses registros. O relatório aponta que 26% dos tiroteios ocorridos neste primeiro semestre resultaram em mortos ou feridos.

O Instituto Fogo Cruzado é uma plataforma digital colaborativa que mapeia dados sobre violência armada através de um aplicativo para celular, aliado a um banco de dados. A iniciativa foi lançada em 2016 para atender a região metropolitana do Rio e desde 2018 opera também na região metropolitana do Recife.

As secretarias de estado de Polícia Civil e Polícia Militar foram procuradas para comentar o aumento nos índices de violência apontado pelo levantamento, mas não responderam até o fechamento da matéria.

Edição: Sheily Noleto / Nathália Mendes

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Covid: DF começa a vacinar pessoas a partir dos 30 anos nesta terça

DF já registrou 57 casos da variante Delta. Mesmo assim, portaria do governo aumentou de 25% para 30% quantidade de público em eventos esportivos. 

Baixar arquivo
Política

No Alvorada, Jair Bolsonaro recebe o presidente de Portugal

O presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu, nesta segunda-feira, o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa. Eles reafirmaram parcerias econômicas e comerciais e reiteraram o compromisso mútuo de promover a recuperação das duas nações no contexto pós-pandemia.

Baixar arquivo
Educação

Programa Água nas Escolas pode construir 2 mil cisternas no Nordeste

Segundo o Ministério da Cidadania, o investimento inicial de R$ 60 milhões vai beneficiar mais de 100 mil alunos em mais de 350 municípios. 

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Programa Criança Protegida é lançado no Paraná

A iniciativa oferece aos estados formação e capacitação de profissionais do Sistema de Garantia de Direitos, para melhorar o atendimento e a assistência aos menores de idade que tiverem os direitos violados.

Baixar arquivo
Segurança

Caso Marielle Franco: MP do Rio pede aumento de pena para Ronnie Lessa

Segundo a denúncia do Ministério Público, Lessa e outros quatro denunciados atuaram para impedir e embaraçar a investigação sobre os homicídios ocorridos em março de 2018.

Baixar arquivo
Política

Rede Nacional: Ministro Fábio Faria detalha privatização dos Correios

O ministro Fábio Faria destacou que o primeiro ponto do projeto de privatização dos Correios trata da universalização dos serviços postais, e deu detalhes sobre os estudos que orientaram o texto que será votado no Congresso.

Baixar arquivo