Hospital do Rio diz que falta de luz não causou morte de paciente

Denúncia foi feita pelo Sindicato dos Médicos do Rio

Publicado em 09/05/2020 - 13:18 Por Douglas Correa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A direção do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, referência no tratamento do novo coronavírus no Rio de Janeiro, informou que não existe qualquer relação entre a morte do paciente Bernardo Reis dos Santos, de 24 anos, que estava internado no centro de terapia intensiva (CTI) da unidade há nove dias, com uso de respirador, e a falta de energia nessa sexta-feira (8) à tarde.

Houve uma queda de energia no hospital e, durante esse período, a bateria do respirador estava desligada e o paciente morreu. A denúncia foi feita pelo médico Alexandre Telles, que é presidente do Sindicato dos Médicos do Rio e faz parte do corpo clínico do hospital.

Segundo Telles, os geradores não ligaram imediatamente e somente oito minutos após a queda de energia, eles começaram a funcionar. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, “não há relação entre a queda de energia ocorrida na unidade com qualquer óbito no CTI”.

A nota diz ainda que “os equipamentos que estavam em uso pelos pacientes – respiradores, monitores e bombas infusoras – continuaram funcionando com suas baterias próprias”.

A secretaria informou que a falta de luz na unidade ocorreu às 13h19 e o gerador foi imediatamente acionado, levando 1 minutos e 25 segundos para entrar em operação. A Light, responsável pelo fornecimento de energia na cidade, também foi acionada imediatamente.

O diretor do Hospital Ronaldo Gazolla, Luiz Fernando Gandara, disse, em vídeo, que, de acordo com avaliação preliminar da unidade, a morte do paciente não foi decorrente dessa falta de luz”. Segundo ele, todos os equipamentos - monitor, respirador e bombas difusoras - que estavam com o paciente continuaram funcionando com suas baterias.

Gandara disse ainda que, no momento, há uma demanda técnica muito intensa, mas que o Hospital Ronaldo Gazolla está fazendo de tudo para ajudar a população da cidade.

Light

A concessionária informou que registrou uma interrupção, em consequência de projétil de bala (tiro) que atingiu a linha que abastece o hospital às 13h20. O fornecimento foi restabelecido às 14h02.

Em nota, a Light explicou que dentro do plano de priorização do atendimento de emergência a hospitais e clínicas,  o fornecimento foi restabelecido  no prazo mais curto possível.

“É importante ressaltar que o hospital tem dupla alimentação. Isso significa que eles recebem energia por dois cabos diferentes - o que foi atingido por bala e o outro que estava íntegro, funcionando normalmente. O hospital tem equipamento de transferência automática para, em caso de falta de energia, usar a outra linha da Light que estava funcionando normalmente”.

Em nenhum momento, segundo a concessionária, o hospital ficou sem entrega de energia, mas, por problemas internos, o hospital não conseguiu entrar com a energia.

Edição: Graça Adjuto

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Apostadores fazem fila em casa lotérica. A Caixa Econômica Federal sorteia hoje (08) as seis dezenas do concurso 2.149 da Mega-Sena acumulada, que deve pagar um prêmio de R$ 170 milhões.
Geral

Mega-Sena sorteia neste sábado prêmio de R$ 6,5 milhões

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país ou pela internet. O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy apresenta o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito, Pnatrans.
Justiça

Gilmar Mendes determina soltura de Alexandre Baldy

Baldy teve a prisão temporária decretada pela primeira instância da Justiça Federal na Operação Dardanários, que apura fraudes em contratações da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro.

Geral

Ilha Grande reabre para o turismo no próximo dia 14

Município fluminense só receberá turistas com reservas em hospedagens. Hotéis, pousadas e restaurantes podem ter até 50% da capacidade ocupada.

Chuteiras de jogadores em treino
Esportes

Agência Brasil oferece novidade para amantes de esportes

Página tem tabelas das principais competições do planeta, de modalidades como futebol, surfe, automobilismo e e-sports. Vôlei e basquete devem entrar depois, com reinício de torneios.

Fachada da Caixa Econômica Federal
Economia

Caixa abre 770 agências hoje para beneficiários do auxílio emergencial

A Caixa garantiu que todas as pessoas que comparecerem às agências serão atendidas no mesmo dia. A mesma orientação é válida para o atendimento realizado de segunda a sexta-feira.

Geral

Francis Hime sente saudades da parceria com Chico Buarque

"Chico é um grande amigo, adoro ele, gosto muito mesmo, tenho muitas saudades daquele tempo”, disse Francis Hime durante entrevista ao programa Roda de Samba, da Rádio Nacional.