Projeto de respirador mecânico usa peças existentes no mercado

Instrumento foi desenvolvido por mestrando da PUC-Rio

Publicado em 09/05/2020 - 16:46 Por Akemi Nitahara - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Uma equipe da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) está desenvolvendo um novo modelo de respirador mecânico emergencial. O projeto do instrumento médico essencial para os primeiros cuidados no tratamento de pacientes graves de covid-19 é feito através de um programa de modelagem 3D, que pega peças já existentes no mercado e faz a adaptação para o aparelho. 

O projeto é do mestrando em Robótica, Controle e Automação Nicolai Rutkevich, que está desenvolvendo o dispositivo em modelo de inovação aberta, ou seja, que pode receber contribuições externas. Chamado de Ventivida, o modelo é considerado mais barato e simples de fabricar do que os reanimadores manuais disponíveis no mercado.

Rutkevich explica que o modelo que é composto por um balão, um reservatório de ar comprimido enriquecido com oxigênio, válvulas e uma máscara facial. Isto tudo é controlado com base na compressão automatizada do dispositivo emergencial ambu [da sigla em inglês para Unidade Manual de Respiração Artificial].

Utilizando peças encontradas no mercado, como motor de vidro elétrico, regulador para controle de rotação, rolamentos e parafusos, Rutkevich está desenvolvendo o Ventivida com o auxílio do software Solidworks, de modelagem em 3D. Segundo ele, os esboços e simulações que a plataforma proporciona agilizaram o processo de criação, que é feito em equipe.

“Conseguimos realizar simulações de movimento em ambiente virtual, resolução de colisões. Temos acesso à base de elementos prontos, como motores, rolamentos, engrenagens e elementos de fixação entre outros. Com isso, conseguimos um sistema integrado de simulação, modelagem e elaboração de desenhos para a fabricação”.

O Solidworks é um software da empresa francesa Dassault Systèmes, que está doando licenças do programa na América Latina até o fim de junho, para o desenvolvimento de projetos ligados ao combate à pandemia do novo coronavírus. O diretor da empresa para o Brasil e América Latina, Mario Belesi, explica que o software permite que todo tipo de equipamento seja projetado e testado virtualmente em 3D.

“Essa potencialidade reduz substancialmente o tempo de desenvolvimento de produtos. Além disso, conectado à plataforma, em nuvem [online], possibilita a colaboração remota contínua a qualquer momento, em qualquer lugar.”

Ele cita os esforços colaborativos para desenvolver soluções para problemas críticos da atual crise de saúde, como a impressão 3D de peças de reposição ou design rápido para a manufatura de máscaras ou ventiladores para hospitais locais. De acordo com Belesi, quatro projetos já estão andamento na América Latina com a doação das licenças (no Brasil, no Chile, na Argentina e no Peru).

“Esperamos ajudar muitas outras iniciativas. Pelo mundo, a tecnologia da Dassault Systèmes já contribuiu com o Instituto de Design de Arquitetura do Centro-Sul da China (CSADI) na simulação da dispersão de vírus no sistema de ventilação do Hospital Leishenshan em Wuhan (China), neutralizando os efeitos negativos de riscos não planejados dessa ventilação”.

Os interessados em desenvolver projetos utilizando o software podem entrar em contato pelo endereço eletrônico: LATAM.BR.Marketing@3ds.com.

Edição: Bruna Saniele

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Vista aérea da torre Eiffel, em Paris
Internacional

Paris obriga uso de máscaras ao ar livre em áreas movimentadas

As regiões onde as máscaras serão obrigatórias serão detalhadas separadamente e avaliadas regularmente, informou a prefeitura da capital francesa.

Violência doméstica violência contra a mulher
Direitos Humanos

Lei Maria da Penha: subnotificações escondem número real da violência

A Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres vem trabalhando em novas ferramentas para reduzir a subnotificação. Dentre essas ferramentas, está o aplicativo Direitos Humanos Brasil.

 

Conselho Nacional de Justiça (CNJ)
Justiça

CNJ comemora sucesso de audiências e sessões por videoconferência

De 1º de maio a 4 de agosto, o Judiciário realizou 366. 278 mil videoconferências por meio da Plataforma Emergencial de Videoconferência para Atos Processuais.

Testes para detecção do Covid-19
Saúde

São Paulo registra mais de 25 mil mortes pela covid-19

Entre os 621.731 de casos diagnosticados de covid-19, 397.653 pacientes estão recuperados, sendo que 75.806 foram internados e tiveram alta hospitalar.

Reprodução gráfica da chuva de meteoros Geminídeos feita pela Organização Meteorológica Internacional
Geral

Chuvas de meteoros poderão ser vistas no Brasil este mês

Neste domingo, Dia dos Pais, quem acordar bem cedo poderá acompanhar a ocultação de Marte. É como se fosse um eclipse, quando a Lua passa entre a Terra e o planeta vermelho.

Área de lazer do Aterro do Flamengo reaberta atrai milhares de cariocas
Saúde

Dia Nacional do Combate ao Colesterol chama a atenção para o problema

A data, 8 de agosto, é uma forma de mobilizar a sociedade para promover uma conscientização maior dos cidadãos, profissionais e do Poder Público sobre a necessidade de prevenir e mitigar os efeitos desse mal.