DF oferecerá teste genético a mulheres com risco de câncer de mama

Teste detecta mutação em gene que aunenta chance de desenvolver doença

Publicado em 26/11/2020 - 20:32 Por Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil - Brasília

O governador Ibaneis Rocha sancionou hoje (26) lei que obriga os hospitais públicos do Distrito Federal (DF) a realizarem teste de mapeamento genético em mulheres com elevado risco de desenvolver câncer de mama. A lei, originada na Câmara Legislativa do DF, foi publicada hoje no Diário Oficial do DF.

De acordo com a lei, cabe ao Executivo distrital assegurar todos os recursos necessários à disponibilização do teste genético em mulheres classificadas em laudo médico como de alto risco de desenvolver câncer de mama. Esse teste identifica mutação no gene BRCA. Mutações nos genes BRCA 1 e BRCA 2 aumentam muito as chances da mulher desenvolver câncer de mama ou de ovário.

“A Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal deve preparar os laboratórios dos seus hospitais para credenciá-los na coleta do material”, diz a publicação. Além disso, o governo local tem 60 dias para editar os atos que se fizerem necessários para a fiel execução da lei.

 

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias