Fundo diz que Anvisa não recusou pedido da Sputnik V

Anvisa solicitou informações adicionais sobre a vacina

Publicado em 18/01/2021 - 15:51 Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil - Brasília

O Fundo de Investimento Direto da Rússia divulgou nota hoje (18), por meio da Embaixada da Rússia no Brasil, negando que o pedido de autorização emergencial para a vacina Sputnik V tenha sido recusado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

De acordo com o fundo, a agência solicitou informações adicionais sobre a vacina, que serão “fornecidas brevemente”. “A solicitação de informações adicionais pelo regulador é um procedimento padrão e não significa uma recusa de registro”, diz a nota.

Ontem (17), a Anvisa disse que há informações insuficientes no caso da Sputnik V. O imunizante não cumpriria um requisito importante, a realização de estudos clínicos na Fase 3.

O Fundo de Investimento Direto da Rússia declarou no comunicado que aguarda projeto de lei já aprovado na Câmara dos Deputados e que ainda precisa ser apreciado no Senado, que permitiria o uso no Brasil de vacinas autorizadas em outros países.

O fundo informou ainda que a vacina teve o uso em caráter emergencial autorizado na Sérvia, Argentina, Belarus, Bolívia, Argélia, Palestina, Venezuela e Paraguai.

A Agência Brasil entrou em contato com a Anvisa e aguarda retorno.

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias