Rio de Janeiro suspende vacinação contra covid-19 a partir de amanhã

Secretaria tem doses apenas para crianças de 5 a 11 anos

Publicado em 05/01/2023 - 11:39 Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A prefeitura do Rio de Janeiro vai suspender, a partir de amanhã (6), a aplicação de doses da vacina contra a covid-19. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, acabaram os estoques do imunizante e apenas crianças de 5 a 11 anos seguem sendo vacinadas.

O secretário de Saúde, Daniel Soranz, disse que as doses para as crianças também devem acabar em breve. “Há poucas doses de vacina para covid ainda no dia de hoje. Muito provavelmente amanhã seremos obrigados a suspender a vacina para covid de adultos. Também há poucas doses de vacina para crianças. Então, procure se vacinar no dia de hoje, enquanto a gente ainda tem doses disponíveis”, afirmou.

Ele disse que está em Brasília hoje e vai conversar sobre a questão com a ministra da Saúde, Nísia Trindade.

“A gente deve encerrar os estoques [de vacinas] no dia de hoje, as últimas doses. A previsão é de retomar na próxima semana. Eu estou em contato direto aqui com o Ministério da Saúde, hoje eu tenho uma reunião com a ministra Nísia, para que a gente possa organizar esse fluxo de entrega de vacinas para o Rio nesse próximo período”, explicou.

Doses de reforço

O secretário ressaltou, ainda, a importância do reforço na imunização e disse que muitas pessoas procuraram os postos nas últimas semanas.

“Hoje, há um milhão de cariocas que não voltaram para tomar as doses de reforço. Felizmente, com as festas de fim de ano, muitos cariocas procuraram se vacinar. Hoje, a gente tem um cenário epidemiológico muito favorável por conta da nossa alta cobertura vacinal. Só que essa proteção não dura para sempre e é importante que os cariocas saibam disso. Então, a nossa recomendação é que procurem se vacinar o quanto antes, procurem se proteger”, enfatizou.

De acordo com secretário Soranz, os detalhes sobre a entrega dos próximos lotes devem ser definidos ainda hoje com o Ministério da Saúde. O ministério foi procurado pela reportagem, mas ainda não retornou o contato.

Cobertura vacinal

Até o momento, a cobertura vacinal contra a covid-19 no Rio de Janeiro atingiu 90,2% da população total com as duas doses do esquema básico, subindo para 99,8% dos adultos, a partir dos 18 anos.

Entre as crianças de 5 a 11 anos, apenas 64% completaram o esquema e ainda há 88,8 mil pessoas nessa faixa etária que não receberam nenhuma dose.

Pelo menos uma dose de reforço da vacina foi aplicada em 59,9% da população total, mas apenas 38,3% dos adultos voltaram para receber a quarta dose.

Esclarecimento do ministério

O Ministério da Saúde informou hoje (5) que o contrato com a Pfizer ainda prevê a entrega de 69 milhões de doses da vacina covid-19 até o segundo trimestre de 2023.

“O acordo prevê a entrega de vacinas bivalentes para pessoas acima de 12 anos e monovalentes para crianças de seis meses a 11 anos. O contrato vigente também inclui a entrega de potenciais vacinas adaptadas a novas variantes que venham a ser aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)”, diz a nota.

O ministério não esclareceu se há doses das outras fabricantes disponíveis para o envio imediato aos estados. Mas ressaltou que vai receber, ainda no primeiro trimestre, 16 milhões de doses da Pfizer para a faixa etária de seis meses a quatro anos de idade e 11 milhões para crianças de 5 a 11 anos.

No segundo trimestre estão previstas remessas de 6,68 milhões de doses para bebês e crianças pequenas e mais 6,57 milhões para as crianças maiores. Para o público adulto, serão 9,7 milhões de doses da vacina bivalente BA.4/BA.5 para entrega até junho.

*Matéria alterada às 14h12 para inserção de nota do Ministério da Saúde

 

 

Edição: Kleber Sampaio

Últimas notícias