Últimas notícias assassinato

Manoel Adelino, de 31 anos, espera que a Corte Interamericana de Direitos Humanos (Corte IDH), com sede na Costa Rica, puna o Estado brasileiro por não dar resposta ao assassinato do seu pai, o trabalhador rural sem-terra Manoel Luiz da Silva, morto em maio de 1997. Foto: Acervo da Família
Direitos Humanos

Filho de sem-terra assassinado espera que Corte puna Estado brasileiro

Caso será julgado nesta quinta-feira na Corte IDH, na Costa Rica.  Manoel Adelino, filho do trabalhador morto, disse que Estado foi omisso e que espera justiça.

O Estado brasileiro será julgado na Corte Interamericana de Direitos Humanos (Corte IDH) nesta quinta (8) e sexta-feira (9), na Costa Rica, por suposta omissão nas investigações e falta de responsabilização pelo assassinato e desaparecimento forçado de lideranças de trabalhadores sem-terra da Paraíba.

Serão analisados os casos do assassinato do trabalhador rural Manoel Luiz da Silva, morto em 1997, e de Almir Muniz da Silva, liderança rural e defensor dos direitos humanos desaparecido em 2002. Ambos os crimes ocorreram na Paraíba em um contexto de conflito por terras e luta pela reforma agrária. Foto: Fotos: Acervo de família e CPT Nordeste/Divulgação
Geral

Estado brasileiro é julgado por omissão em crimes contra sem-terra

Corte Interamericana de Direitos Humanos analisa quinta (8) e sexta-feira se Estado brasileiro foi omisso no assassinato e desaparecimento de trabalhadores rurais na Paraíba.

Equador - 09/01/2024 - Um grupo de homens encapuzados e armados invadiu as instalações do canal TC Televisión de Guayaquil na tarde desta terça-feira (9). A invasão foi capturada pela transmissão ao vivo, que mostrou funcionários sendo obrigados a se deitarem no chão. Foi possível ouvir tiros e gritos. Foto: Frame/ TC Noticías
Internacional

Procurador que investigava crime organizado no Equador é assassinado

César Suárez conduzia investigação na província de Guayas, uma das áreas mais violentas do país e local do ataque ao vivo a uma estação de TV na semana passada

Brasília (DF) 16/01/2024 - Polícia investiga morte do lutador Diego Braga Alves, no Rio
Atleta foi encontrado em uma área de mata
Foto: Diego Braga Alves/Instagram
Geral

Polícia investiga morte do lutador Diego Braga Alves, no Rio

Corpo do atleta foi encontrado por policiais do 31° Batalhão de Polícia Militar, acionados para verificar uma ocorrência com disparos no Morro Branco, na zona oeste do Rio.

Geral

IML aponta que influenciador morreu por overdose de entorpecentes

Henrique Medeiros, como era mais conhecido, estava desaparecido desde a madrugada de Natal e no dia 30 de dezembro seu corpo foi encontrado enterrado no quintal de um casal de amigos.