Últimas notícias Caravana dos Direitos Humanos

Rio de Janeiro (RJ), 01/11/2023 – O ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Almeida e a diretora de Assuntos Corporativos da Petrobras, Clarice Coppetti durante evento de assinatura de cooperação técnica entre a Petrobras e Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, no edifício-sede da empresa, no centro da capital fluminense.  Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Direitos Humanos

Rio precisa de atenção especial para os direitos humanos, diz ministro

Pela importância que tem, pelos problemas que enfrenta, o ministro avalia que estado merece atenção especial, "embora, em outros lugares do Brasil, hajam também problemas muito sérios".

Rio de Janeiro, 31/10/2023,  O ministro dos Direitos Humanos e Cidadania, Silvio de Almeida, durante reunião para tratar da caravana dos direitos humanos na cidade do Rio de Janeiro. Foto: Ruy/MDHC
Direitos Humanos

Começam preparativos para Caravana dos Direitos Humanos no Rio

Caravana visa dialogar com agentes envolvidos na temática do encarceramento e propor medidas para superar violações de direitos reconhecidas pela Corte Interamericana de Direitos Humanos.

Brasília (DF), 10/10/2023,  O ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC), Sílvio Almeida, dá posse aos novos integrantes do Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política Nacional para População em Situação de Rua (CIAMP-Rua), no auditório do ministério. Foto: José Cruz/Agência Brasil
Direitos Humanos

Caravana dos Direitos Humanos inicia visita a Pernambuco

Objetivo geral da agenda é dialogar com os diversos atores envolvidos na temática do encarceramento. Comitiva já visitou, em agosto, a Unidade Socioeducativa de Cariacica (ES).

Cariacica (ES), 21.08.2023 - Ministro Silvio Almeida inicia Caravana dos Direitos Humanos com visita à unidade socioeducativa de Cariacica (ES). Foto: Ruy Conde/MDHC
Direitos Humanos

Caravana dos Direitos Humanos começa em unidade socioeducativa do ES

Objetivo é ajudar atores locais a enfrentar e superar violações como tortura, precarização das prisões, elevados índices de morte violenta e até casos de prisões ilegais.

  • Ver mais