Últimas notícias Feminicídio

Brasília, São Sebastião (DF), 10.08.2023 - Ato contra o feminicídio no Distrito Federal na cidade satélite de São Sebastião (DF). Somente no primeiro semestre deste ano (janeiro a junho), foram assassinadas 18 mulheres no DF. Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil
Direitos Humanos

Mulheres devem ser ouvidas para formular políticas contra feminicídio

“É preciso considerar que nem todas as mulheres têm acesso da mesma forma", defende a coordenadora da Casa das Mulheres da Maré.

Violência contra a mulher, criança e adolescente. Violência doméstica. Foto: Freepick
Direitos Humanos

Ação preventiva com agressores pode evitar feminicídios

Aumento do número de feminicídio coincide, segundo a pesquisadora, com crescimento “expressivo de demonstrações de ódio, de caráter misógino, o que pode contribuir para ato extremo."

São Paulo (SP), 12/01/2024 - Concentração da bicicletada nacional em homenagem a Julieta Hernández e contra o feminicídio no vão do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand - MASP, na Avenida Paulista. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Direitos Humanos

Cicloativistas fazem ato em SP em homenagem a artista venezuelana

Julieta Hernandez, conhecida como palhaça Jujuba, foi assassinada no Amazonas quando viajava de bicicleta para Venezuela. Casal foi preso e responderá por ocultação de cadáver, latrocínio e estupro. 

Brasília, São Sebastião (DF), 10.08.2023 - Ato contra o feminicídio no Distrito Federal na cidade satélite de São Sebastião (DF). Somente no primeiro semestre deste ano (janeiro a junho), foram assassinadas 18 mulheres no DF. Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil
Geral

Número de estupros aumenta 14,9% no Brasil, com 34 mil em seis meses

Fórum de segurança aponta que houve um caso a cada oito minutos entre janeiro e junho de 2023.

Mostra “Presenças Invisíveis”, no Museu da Justiça do Rio de Janeiro, região central do Rio.
Direitos Humanos

Rio notifica em 2022 mais de 15 mil ações de violência contra mulheres

Instituto de Segurança Pública aponta um aumento nos casos de feminicídios de 2020 para 2022, na capital. No primeiro ano, foram 18, no seguinte 25, e 35 em 2022.