Últimas notícias Massacre

Alunos durante homenagem às vítimas do tiroteio na escola Raul Brasil em Suzano, no dia da reabertura da escola.
Geral

População de Suzano homenageia vítimas um ano após massacre em escola

Pais, alunos, professores e populares lembraram o dia em que dois alunos entraram na Raul Brasil e assassinaram seis colegas e dois funcionários. Um deles matou o colega e depois se matou.

Tiroteio teria ocorrido dentro da Escola Estadual Prof. Raul Brasil, em Suzano (SP)
Educação

Massacre em Suzano faz um ano e governo aumenta segurança em escolas

Na capital paulista, por exemplo, na Escola Estadual Caetano de Campos, região central, um policial da reserva permanece dentro do colégio no período das aulas para reforçar a segurança.

Perícia feita pela Polícia Civil no carro em que chegaram dois jovens armados e encapuzados que invadiram a Escola Estadual Professor Raul Brasil e disparam contra os alunos, em Suzano, São Paulo.
Geral

Justiça solta acusados de participação no massacre de escola em Suzano

Cinco alunos e duas servidoras morreram no ataque contra Escola Estadual Raul Brasil, em março de 2019.

Internacional

Mentores de massacre nas Filipinas condenados a 40 anos de prisão

Um tribunal das Filipinas condenou hoje à pena máxima de 40 anos de prisão os mentores de um massacre político de 2009 no sul do país, que deixou 57 mortos, incluindo jornalistas. Após um julgamento de dez anos, Andal Ampatuan Júnior, filho do governador da província de Maguindanao, e outros membros do seu clã familiar e político foram condenados pelo homicídio de 57 pessoas, incluindo 32 jornalistas, durante uma emboscada no sul do país, em novembro de 2009.

Uma homenagem às vítimas do tiroteio na escola Raul Brasil é retratada em Suzano, Estado de São Paulo, Brasil, em 18 de março de
Geral

Polícia Civil finaliza inquérito sobre atiradores em escola de Suzano

Após 80 dias de investigações, a Polícia Civil encerrou o inquérito sobre o massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano. No dia 13 de março, dois ex-alunos da escola (um adolescente de 17 anos e um rapaz de 25) entraram armados e encapuzados no local.