Últimas notícias PEIC

Cartões de crédito
Economia

Percentual de famílias com dívidas atinge recorde em março

Crédito no cheque especial, crédito consignado, financiamento de imóveis e de carros são os itens que mais têm crescido nos últimos meses, apesar de o cartão de crédito ainda aparecer como a maior proporção do endividamento.

Shopping no centro de Brasília tem movimento intenso no último fim de semana antes do Natal
Economia

Percentual de famílias com dívidas cai em fevereiro

O percentual de famílias que em fevereiro de 2020 relataram ter dívidas atingiu 65,1%. O nível representa queda na comparação com os 65,3% registrados em janeiro, e é maior do que os 65,6% de dezembro de 2019.

Shopping no centro de Brasília tem movimento intenso no último fim de semana antes do Natal
Economia

CNC: cai para 65,3% o número de brasileiros endividados em janeiro

O percentual de famílias com dívidas em cartão de crédito, cheque especial, cheque pré-datado, crédito consignado, crédito pessoal, carnê de loja, prestação de carro e prestação da casa diminuiu, em janeiro de 2020, para 65,3%, após ter alcançado o maior patamar da série histó

Shopping no centro de Brasília tem movimento intenso no último fim de semana antes do Natal
Economia

Percentual de famílias com dívidas chega a 65,6% em dezembro, diz CNC

O percentual de famílias com dívidas em cartão de crédito, cheque especial, cheque pré-datado, crédito consignado, crédito pessoal, carnê de loja, prestação de carro e prestação da casa aumentou em dezembro de 2019, alcançando 65,6%. É o maior patamar da série histórica da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) desde janeiro de 2010. O resultado divulgado hoje (9) é maior do que os 65,1% observados em novembro e superior aos 59,8% registrados em dezembro de 2018.

dinheiro
Economia

Endividamento de famílias cresce pelo sétimo mês seguido, diz CNC

O percentual de famílias endividadas no país cresceu de 64% em junho para 64,1% em julho deste ano.