Últimas notícias registro tardio

Maria Vaneide Caixeta do Nascimento, e o pai Santinones José Caixeta, recebeu a certidão de nascimento do juiz Thiago Inácio de Oliveira, do fórum de Cristalina. Ela nasceu em 17 de setembro de 1961. Há 57 anos ela não existe legalmente.
Direitos Humanos

Trabalhadora rural de Goiás passou a existir para o Estado com 57 anos

A trabalhadora rural Maria Vaneide Caixeta, de 57 anos, da Fazenda Mimoso, em Cristalina (GO), a cerca de 140 quilômetros de Brasília, passou a existir oficialmente apenas agora em 2019.

Geral

Aumenta número de registros de paternidade feitos em cartórios

Nos últimos quatro anos, aumentou nos cartórios do país o número de casos de paternidade reconhecida tardiamente, informou o Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

  • Ver mais