Últimas notícias Roberto Campos Neto

Brasília, DF 21/12/2023 O presidente do Banco Central,  Roberto Campos Neto, durante coletiva sobre a condução da política monetária Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil
Economia

Campos Neto: projeção de corte de 0,5 ponto na Selic é para 2 reuniões

Atualmente, taxa básica de juros está em 11,75% ao ano. As próximas duas reuniões do Copom estão marcadas para janeiro e março do ano que vem, e a seguinte será em maio.

Brasília (DF), 07/12/2023 - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, durante palestra no Encontro Anual Drex 2023, na sede do BC, em Brasília. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Economia

No G20, Banco Central quer criar regras para pagamentos internacionais

Presidência do Brasil no G20, que começou no dia 1º de dezembro, tem duração de 1 ano e se encerra em 30 de novembro de 2024. Banco Central faz parte da trilha de finanças do grupo.

13/10/2023, Roberto Campos Neto e o ministro Fernando Haddad foram premiados como melhor Presidente de Banco Central e melhor Ministro da Fazenda. Foto: Diogo Zacarias/MF
Economia

Haddad e Campos Neto recebem prêmio de publicação internacional

Premiação foi entregue em Marrakech, no Marrocos, onde ministro e presidente do BC participam até este sábado da reunião anual do FMI e do Banco Mundial.

Brasília (DF) 25/04/2023  Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. (CAE)  Foto Lula Marques/ Agência Brasil/Arquivo
Geral

Campos Neto: BC deve atacar contas fantasma para coibir crimes no PIX

Presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, falou em palestra no evento Brazil Payments Forum, promovido pelo Banco J.P. Morgan.

Brasília (DF) 10/08/2023 Presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, explicar aos senadores as decisões tomadas pelo BC até agora em relação à inflação e à estabilidade financeira.  Foto Lula Marques/ Agência Brasil
Economia

Banco Central estuda o fim do crédito rotativo do cartão de crédito

Campos Netos citou a proposta em sessão plenária no Senado, onde esteve para explicar decisões de política monetária e estabilidade financeira tomadas pelo BC no semestre anterior.