Governo contrata 25 mil moradias para o Minha Casa, Minha Vida

Publicado em 06/05/2016 - 10:30 Por Ana Cristina Campos - Repórter da Agência Brasil - Brasília

A presidenta Dilma Rousseff assinou hoje (6) contratos para a construção de 25 mil unidades habitacionais no programa Minha Casa, Minha Vida. As contratações fazem parte das modalidades Entidades e Rurais e serão feitas em parceria com cooperativas, associações e movimentos sociais. Segundo o Ministério das Cidades, 100 mil pessoas serão beneficiadas.

No Minha Casa, Minha Vida-Entidades serão cerca de 13 mil imóveis contratados que deverão beneficiar famílias em 18 estados. Essa modalidade atende a famílias com renda bruta mensal de até R$ 1,8 mil e organizadas de forma associativa por uma entidade como associações e cooperativas para construírem suas moradias. O programa pode custear até 90% do valor do imóvel e o restante será dividido em até dez anos, com parcela mínima de R$ 80 e máxima de R$ 270, informou o ministério.

Benefícios

Na modalidade Rural, serão construídas ou recuperadas 12 mil moradias rurais. Podem ser beneficiados agricultores familiares, trabalhadores rurais e comunidades tradicionais (quilombolas, indígenas, pescadores e extrativistas) com renda familiar bruta anual de até R$ 78 mil.

Para o coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, a saída para a retomada econômica não é a redução de investimentos, mas o aumento de investimentos públicos e de programas sociais. “Esses contratos valorizam o trabalho de parceria dos movimentos sociais organizados. Muito se falou que movimento não teria condição de gerir obra, de receber recursos públicos para poder fazer moradia popular. Mas não dizem que as maiores e melhores moradias do Minha Casa, Minha Vida são aquelas feitas pelas entidades”, disse Boulos, na cerimônia.

De acordo com o Ministério das Cidades, lançado há sete anos, o Minha Casa, Minha Vida alcançou 4,2 milhões de unidades contratadas, das quais 2,6 milhões já foram entregues, beneficiando 10,4 milhões de pessoas.

Edição: Kleber Sampaio

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias