CNI defende aprovação da reforma da Previdência para manter juros baixos

Publicado em 06/12/2017 - 19:05 Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil - Brasília

A aprovação da reforma da Previdência é crucial para a manutenção dos juros nos menores níveis da história, diz a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em nota, a entidade destaca que a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, de baixar para 7% ao ano os juros básicos, era esperada pela indústria e defende a aprovação de reformas estruturais na economia, além de controle nos gastos públicos para que as taxas não voltem a subir.

 

De acordo com a CNI, o fato de a inflação estar sob controle e abaixo do centro da meta, de 4,5%, para este ano permitiu ao Copom cortar os juros pela décima vez seguida. Para a entidade, as taxas baixas são cruciais para recuperar a economia. “O juro baixo é fundamental para estimular o consumo e os investimentos e consolidar a recuperação da economia”, destaca a confederação.

A CNI advertiu, no entanto, para os riscos da frustração das reformas estruturais sobre o ajuste fiscal e a estabilidade alcançada até agora. Segundo a entidade, a não aprovação da reforma da Previdência pode provocar a reversão da queda dos juros. “A reforma da Previdência é um dos principais pilares do equilíbrio permanente das contas públicas”, acresenta o comunicado.

Para o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), a queda da inflação poderia permitir novos cortes no próximo ano, mas as incertezas de um ano eleitoral trazem dúvidas sobre a evolução dos juros. “Mesmo que a inflação permaneça sob controle, haverá as incertezas próprias de um ano eleitoral. Além disso, a agenda das reformas, que caminha para um momento decisivo, deverá influenciar a política monetária”, ressalta a entidade em nota.

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Prefeito de Duas Barras, no Rio, morre vítima da covid-19

Equipe médica relatou que o político estava em franca recuperação, mas apresentou febre na tarde de ontem. Embora tenha sido medicado, não resistiu.

piloto Félix da Costa - Fórmula E
Esportes

Campeão aprova bolha na Fórmula E, mas torce para que seja temporária

Félix da Costa garantiu o título mundial da categoria no último domingo (9). Na briga pelo segundo lugar está o brasileiro Lucas Di Grassi e o francês Jean-Eric Vergne.

Logotipo do Google é exibido dentro de um prédio de escritórios em Zurique, Suíça.
Internacional

Google transforma smartphones Android em sensores de terremotos

"Estamos no caminho certo para enviar alertas de terremotos onde quer que haja smartphones", disse Richard Allen, diretor do laboratório sismológico da Universidade da Califórnia em Berkeley.

A Polícia Federal e a Receita Federal
Geral

PF e MPF cumprem mandados contra fraudes no fundo de pensão Postalis

A Operação Rebate investiga lavagem de dinheiro e aquisição de joias, metais e pedras preciosas pagos com dinheiro em espécie, por valores superiores a R$ 45 milhões.

leito hospitalar
Saúde

Senai já entregou mais de 2 mil respiradores recuperados a hospitais

Balanço da instituição mostra que 2.007 equipamentos foram entregues a instituições de saúde em 336 municípios de 24 estados e no Distrito Federal.

 A Secretária Nacional da Juventude, Jayana Nicaretta, durante solenidade de Celebração do Dia Internacional da Juventude, no Palácio do Planalto.
Política

Jayana Nicaretta é exonerada da Secretaria Nacional da Juventude

Portaria com a exoneração de Jayana do cargo, a partir de 7 de agosto deste ano, está publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira.