Indústria 4.0 quer conhecimento tecnológico e competência relacional

Perfil do trabalhador do futuro foi desenhado em estudo do Senai

Publicado em 05/07/2018 - 10:02 Por Carolina Gonçalves - Repórter da Agência Brasil - Brasília

Criatividade, empreendedorismo e a capacidade de trabalhar em equipe tendem a “valer ouro” no garimpo por novos profissionais para um mercado de trabalho cada vez mais influenciado pelas novas tecnologias. E esses valores, segundo uma prospectiva divulgada hoje (5) pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), independem do segmento econômico.

Para apontar a tendência para os requisitos cobrados dos profissionais do futuro, o órgão ouviu representantes de empresas, de sindicatos de trabalhadores, de universidades e comitês técnicos setoriais de pelo menos 20 áreas econômicas. “As estruturas empresariais hoje são menos verticalizadas, são mais horizontais e flexíveis. Equipes que trabalham de forma colaborativa são essenciais para se obter ganhos de produtividade e eficiência”, explicou Rafael Lucchesi, diretor geral do Senai.

A maior importância das competências socioemocionais significa, por exemplo, que, no caso de um técnico em química, os empregadores vão priorizar, na seleção dos candidatos, não apenas os conhecimentos em nanotecnologia e sistemas digitais, mas também a capacidade de pensamento crítico, adaptabilidade, flexibilidade e atenção a detalhes. Empresários da área de alimentos e bebidas tendem a buscar um operador de processamento de grãos, por exemplo, pelas noções de automação de controle e processos, de aplicativos de software, mas também pela capacidade de comunicação, gestão de tempo e aprendizagem ativa.

O estudo apresentado pelo Senai abre a 10ª edição da Olimpíada do Conhecimento, que começa hoje em Brasília. Essas tendências do mercado na busca por novos profissionais em áreas diretamente impactadas pelas novas tecnologias terá uma espécie de demonstração na prática durante o evento que acontece de hoje (5) ao dia 8. Diversas experiências em inovação desenvolvidas para melhorar a educação e a qualidade de vida nas cidades estarão expostas no Centro Internacional de Convenções, no Setor de Clubes Esportivos Sul (SCES) de Brasília.
 

Edição: Davi Oliveira

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
 senador Marcos Rogério (DEM-RO)
Política

Senado  ratifica o Protocolo de Nagoia no Brasil

Documento aprovado no Senado regulamenta o acesso e a repartição de benefícios dos recursos genéticos da biodiversidade. O texto segue para promulgação.

Live da Semana - Presidente Jair Bolsonaro - 06/08/2020
Política

Pazuello diz que estados estão mais preparados para enfrentar pandemia

Ministro interino da Saúde participou de live ao lado do presidente. Mudança de protocolo do ministério foi um dos fatores que deixou estados mais preparados.

A cúpula  maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.
Política

Senado aprova redução de prazos para revalidação de diplomas

O PL prevê a revalidação em prazo entre 30 e 60 dias no caso de instituições estrangeiras reconhecidas pelo Ministério da Educação e contam com um processo simplificado. 

Escola fechada por cinco dias após relatos de coronavírus.
Justiça

Justiça suspende retorno das aulas presenciais na rede privada do DF

A retomada foi autorizada na terça-feira pela primeira instância após outra decisão que a proibiu. Algumas escolas chegaram a retomar as atividades nesta quinta-feira.

Saúde

Ministério da Saúde monitora síndrome em crianças associada à covid-19

Síndrome inflamatória multissistêmica ocorre em crianças de 7 meses a 16 anos. Até agora, foram notificados 71 casos no Brasil e registradas três mortes.

Incêndio no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Divulgação/Parnaso)
Geral

Bombeiros combatem fogo na Serra dos Órgãos pelo terceiro dia seguido

Criado em 1939, o Parnaso é o terceiro parque mais antigo do país e costuma ser procurado para prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada e rapel.