Leilão da Amazonas Energia é remarcado para 26 de setembro

Publicado em 17/08/2018 - 15:37 Por Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil - Brasília

A Eletrobras informou hoje (17) que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) alterou para o dia 26 de setembro a realização do leilão de venda da Amazonas Distribuidora de Energia (Amazonas Energia), antes marcado para o dia 30 de agosto. Um novo cronograma detalhado será divulgado nos próximos dias.

O leilão das distribuidoras Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre); Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron) e Boa Vista Energia, distribuidora de energia em Roraima, está mantido para o dia 30 de agosto.

Porém, o leilão das distribuidoras segue suspenso, uma vez que o Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ) determinou nesta quinta-feira (16) a suspensão do certame até que seja realizado um estudo prévio sobre o impacto da privatização sobre trabalhadores.

Em outro comunicado divulgado na manhã desta sexta-feira (17), a Eletrobras disse que estudará as medidas cabíveis, com a União e o BNDES, para reverter a suspensão.

As empresas interessadas nas distribuidoras Eletroacre, Ceron (RO) e Boa Vista Energia (RR) deverão entregar os documentos relativos ao processo de privatização no dia 27 de agosto, das 9h às 12h, na B3, bolsa de valores de São Paulo. Os leilões permanecem agendados para o dia 30 de agosto, às 15h.

Inicialmente previsto para o dia 26 de julho, o leilão de quatro distribuidoras foi adiado pelo governo em razão do calendário de votação do Senado. Aprovado na Câmara no início de julho, a medida provisória que autoriza a privatização das distribuidoras ainda aguarda a apreciação dos senadores.

Na quarta-feira (15), durante a posse da nova diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix, disse que não haveria nenhuma mudança no cronograma de realização do leilão.

Até o momento, a única distribuidora da Eletrobras leiloada foi a Companhia Energética do Piauí (Cepisa), arrematada pela Equatorial Energia, em lance único em leilão ocorrido no dia 26 de julho.

Outra distribuidora, a Companhia Energética de Alagoas (Ceal), teve o leilão suspenso devido a uma decisão judicial, do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), impedindo a venda da companhia, após ação movida pelo governo de Alagoas.

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
basquete em cadeira de rodas, seleção brasileira, Rio 2026
Esportes

Coluna - Justo ou injusto?

Reclassificação no basquete tira atletas do movimento paralímpico. Dos 132 reenquadrados, 119 foram considerados aptos a competir em Tóquio, e nove inelegíveis.

Ensino a distância cresce mais que presencial
Educação

MEC autoriza aulas a distância em escolas técnicas federais de ensino

Instituições que optarem por suspender aulas presenciais deverão repô-las integralmente e poderão alterar calendários escolares, inclusive recessos e férias.

A Polícia Federal prende o banqueiro Eduardo Plass em nova etapa da Operação Hashtag, desbodramento da Lava Jato no Rio de Janeiro.
Geral

Polícia Federal faz operação contra fraudes nos Correios

Cargas eram distribuídas no fluxo postal sem faturamento ou com faturamento inferior, dando prejuízo de R$ 94 milhões aos Correios. Foram expedidos mandados de afastamento de funcionários.

Governo de São Paulo inicia testes com vacina contra o novo coronavírus.
Saúde

São Paulo usa Metrô para vacinar adultos e crianças 

Não é necessário apresentar carteirinha de vacinação. Em todas as estações do Metrô de São Paulo, a campanha estará na área livre do mezanino. Vacinas evitam diversas doenças.

O ministro Gilmar Mendes, durante a segunda parte da sessão de hoje (23) para julgamento sobre a validade da prisão em segunda instância do Supremo Tribunal Federal (STF).
Justiça

Gilmar Mendes suspende efeitos de veto sobre uso máscara em presídios

A decisão suspende “apenas os efeitos dos vetos feitos por meio de republicação, após o prazo de 15 dias para o exercício da deliberação executiva sobre o projeto de lei”, diz STF.

Cataratas do Iguaçu em Foz do Iguaçu/PR
Geral

Parque Nacional do Iguaçu retoma atividades a partir de hoje

Entre as medidas obrigatórias para acessar a unidade de conservação estão a redução da capacidade do local, aferição da temperatura, o distanciamento entre as pessoas e uso correto da máscara.