Conjuve discute importância da inclusão produtiva do jovem para o país

De hoje a quarta-feira o conselho realiza seminário virtual

Publicado em 06/05/2020 - 13:29 Por Alex Rodrigues - Repórter da Agência Brasil - Brasília

O Conselho Nacional de Juventuve (Conjuve) avalia que a recuperação econômica pós-pandemia da covid-19 dependerá, em muitos aspectos, da capacidade do Poder Público e das instituições sociais promoverem o potencial produtivo dos jovens brasileiros.

Responsável por sugerir políticas públicas que contribuam para o bem-estar e a garantia dos direitos de quem tem entre 15 e 29 anos de idade, o conselho diz que a capacidade produtiva nacional logo será determinada pela força de trabalho de quem, atualmente, está em fase escolar ou ingressando no mercado de trabalho.

Já em 2018, o número de brasileiros entre 15 e 29 anos de idade estava perto da casa dos 50 milhões de pessoas. Dessas, cerca de 11 milhões, ou seja, 23% do grupo, não estudavam, nem trabalhavam, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre esses chamados “jovens nem-nem”, 46,6% dos que, na época, tinham entre 18 e 24 anos de idade, não tinham concluído o ensino fundamental. Entre os que tinham entre 25 e 29 anos de idade, 44% estavam na mesma situação.

“É necessário sabermos aproveitar todo o potencial da juventude se queremos que o Brasil progrida e se desenvolva. Estamos saindo de uma onda de bônus demográfico e não estamos sabendo aproveitar esse potencial”, disse à Agência Brasil o representante da Confederação Brasileira de Empresas Juniores (Brasil Júnior) no Conjuve, engenheiro Renan Nishimoto.

Ao citar o conceito de bônus demográfico, Nishimoto se refere à situação em que a população em idade ativa (entre 15 e 64 anos de idade), ou seja, apta a trabalhar, é quantitativamente superior à população dependente (crianças e idosos). Isto proporciona uma “janela de oportunidades” que, em tese, permite aos países investir mais em políticas públicas para a juventude. Ainda de acordo com o engenheiro, no Brasil, onde a queda da taxa de natalidade e a maior longevidade tem ocasionado uma gradual mudança da estrutura etária da população, há tempos os especialistas discutem a hipótese do país estar perdendo essa oportunidade.

“Analisando os dados da geração nem-nem na taxa de desemprego entre os jovens, entendemos que essa é uma necessidade dos tempos atuais, a inclusão produtiva e a empregabilidade juvenil”, acrescentou Nishimoto.

A fim de traçar propostas claras e práticas, o Conjuve vem debatendo com órgãos públicos e entidades da sociedade civil medidas que possam contribuir para a elaboração de políticas públicas. Além das reuniões periódicas, o colegiado também criou um grupo de trabalho específico para tratar de temas relacionados à inclusão produtiva, empreendedorismo e empregabilidade juvenil.

Seminário

De hoje (6) a quarta-feira (8) o Conjuve realiza um seminário virtual para discutir ações de enfrentamento não só às consequências da covid-19, mas aos desafios socioeconômicos de médio e longo prazo.

Com o tema Transformando Potencial em Potência, o 1º Seminário Virtual de Inclusão Produtiva, Empreendedorismo e Empregabilidade Juvenil do Conjuve acontecerá sempre das 14h às 16h. A expectativa é atrair a participação de jovens, empreendedores e gestores públicos.

“Estamos nos embasando em pesquisas e intervenções que já dão certo ao redor do mundo”, disse Nishimoto.

Para participar do seminário, basta inscrever-se pela internet. A inscrição é gratuita. Para mais informações, basta acessar o link do seminário no perfil do Conselho Nacional da Juventude no Instagram, em @conjuvebr .

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
O presidente Jair Bolsonaro fala à imprensa no Palácio da Alvorada
Política

Bolsonaro nomeia mais dois membros para a Comissão de Ética Pública

A comissão é composta por sete integrantes que tem mandato de três anos, permitida uma única recondução.

Geral

Prefeitura do Rio de Janeiro autoriza volta de eventos corporativos

De acordo com a prefeitura, até o momento as avaliações permitiram a antecipação de três setores da economia: os shoppings, o comércio de rua e agora os eventos de negócios.

Outbreak of the coronavirus disease (COVID-19), in Sao Paulo
Geral

São Paulo interdita 75 bares nos primeiros dias de abertura noturna

Além do horário, a fiscalização também tem observado se estão sendo colocadas mesas na calçada. A desinterdição deve ser solicitada na subprefeitura da região.

Moeda Nacional, Real, Dinheiro, notas de real,Cédulas do real
Economia

IGP-M sobe 1,46% na primeira prévia de agosto

Nos primeiros dez dias de julho, a taxa ficou em 1,18%. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) e o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) respondem pela aceleração do IGP-M na prévia do mês.

Testes para detecção do Covid-19
Esportes

Covid-19: Corinthians recusa Einstein após atraso com exames do Goiás

Jogo ontem (9) foi suspenso em cima da hora devido a resultados positivos no Esmeraldino. Timão anuncia que recorrerá a "laboratório de confiança"  usado no Estadual. 

Sala de aula
Educação

Alunos do ensino médio público voltam às aulas presenciais no Amazonas

Cerca de 110 mil estudantes de 123 escolas da rede pública do estado devem retornar às salas de aula. Distanciamento social, uso correto de máscaras e aferição de temperatura são medidas obrigatórias.