Técnicos antecipam final da LIbertadores e debatem estilo de jogo

Análises ocorreram após empate entre Vasco e Athletico-PR

Publicado em 23/09/2019 - 17:37 Por Rodrigo Ricardo - repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Daqui a oito dias começam as semifinais da Taça Libertadores 2019, mas já  é certo que a final colocará frente a frente brasileiros e argentinos na disputa do título, em jogo único, dia 23 de novembro,  na cidade de Santiago, no Chile. Antes mesmo de Boca Juniors, River Plate, Flamengo e Grêmio lutarem dentro do gramado por uma vaga na grande final, os treinadores Vanderley Luxemburgo (Vasco) e Tiago Nunes (Athletico-PR) trouxeram à tona o debate sobre a eficiência e os métodos de cada escola futebolística.

“É o time mais argentino do Brasil”, sentenciou o treinador vascaíno sobre o atual campeão da Copa do Brasil,  durante coletiva realizada logo após o empate em 1 x 1 do Cruzmaltino  com os athleticanos, dentro de São Januário, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. “Eles sabem tomar o tempo, jogadores caindo toda a hora, morosidade no atendimento. Mas não quero tirar o mérito deles, um time capacitado e um grande treinador começando a sua carreira”, explicou Luxemburgo.

Ouça na Rádio Nacional

Fã do “professor Luxa”, o treinador Tiago Nunes respondeu com elegância a provocação, mas admitiu que em termos de competitividade os clubes argentinos estão à frente dos brasileiros. “Comparar com outras escolas é complicado, porque são contextos diferentes. Mas eu ainda acho que a gente é pouco competitivo comparando com o futebol do River e do Boca”, avaliou o técnico do Furacão, que também liderou o time na conquista da última Copa Sul-Americana. 

A Libertadores da América já teve 14 finais com times do Brasil e da Argentina. E, por enquanto, os hermanos levam larga vantagem com nove campeonatos contra cinco dos brasileiros. Mas, na última vez que se enfrentaram, em 2017, quem faturou a taça Liberadores foi o Grêmio, ao vencer o  Lanús. 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias