Bach prevê enormes custos adicionais para o COI com adiamento de Jogos

A portal alemão, presidente do COI descartou nova alteração de datas

Publicado em 13/04/2020 - 16:18 Por Rafael Monteiro - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O presidente do Comitê Olímpico Internacional(COI), Thomas Bach, concedeu uma entrevista ao jornal alemão Welt em que abordou os efeitos econômicos do adiamento do Jogos Olímpicos de Tóquio para o ano que vem. Na publicação veiculada neste domingo (12), Bach disse que não há como estimar o prejuízo econômico gerado pela mudança de data. Para ajudar a pagar os custos provenientes da alteração, a entidade conta com um seguro de US$ 2 bilhões, o equivalente a cerca de R$ 10 bilhões de reais. Mesmo assim, o montante não será suficiente para sanear as contas.

Questionado sobre quanto o custo do adiamento, o mandatário do COI respondeu: “Isso é impossível de se dizer por enquanto. Concordamos com o primeiro-ministro que o Japão continuará a cobrir os custos que teria feito nos termos do contrato existente para 2020, e o COI continuará sendo responsável por sua parte nos custos. Para nós, o COI, já está claro que enfrentaremos centenas de milhões de dólares em custos adicionais”, avaliou.

Bach também respondeu se existe a chance das Olimpíadas voltarem a sofrer uma nova alteração de calendário, tendo em vista a incerteza sobre o controle da pandemia do novo coronavírus(covid-19). 

“Estamos sendo guiados por nossa força-tarefa e pela OMS. A OMS apoiou nossa escolha do verão de 2021 como a nova data e garantiu ao primeiro-ministro japonês sua assistência para tornar os Jogos um sucesso. Nossa prioridade número um, é claro, continua sendo a saúde dos atletas e de todos os outros envolvidos nos Jogos, bem como a contenção do vírus. Isso continuará a orientar todas as nossas decisões”, garantiu. 

O alemão ainda foi questionado se não seria mais prudente que os Jogos ocorressem em 2022, já que teria mais tempo para o mundo se recuperar da pandemia.

“Tanto nossos parceiros japoneses quanto o primeiro-ministro deixaram muito claro para mim que o Japão não poderia administrar um adiamento para além do próximo verão, o mais tardar. É um empreendimento gigantesco, tanto para o Comitê Organizador quanto para o país como um todo. É difícil para quem está de fora imaginar. Primeiro de tudo, você precisa garantir a disponibilidade da Vila Olímpica, já que está no coração dos Jogos. O mesmo se aplica a todos os locais de esportes. Milhares de pessoas precisarão continuar trabalhando.Todos os parceiros, patrocinadores e governos regionais e locais precisam se reunir. Você não pode adiar tudo isso indefinidamente como poderia com um torneio de tênis ou uma partida de futebol. O adiamento envolverá restrições e compromissos por parte de todos os envolvidos. Não existe um plano para adiamento”, concluiu.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
O ministro das Cidades, Alexandre Baldy apresenta o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito, Pnatrans.
Justiça

Gilmar Mendes determina soltura de Alexandre Baldy

Baldy teve a prisão temporária decretada pela primeira instância da Justiça Federal na Operação Dardanários, que apura fraudes em contratações da Secretaria de Saúde do Rio de Janeiro.

Chuteiras de jogadores em treino
Esportes

Agência Brasil oferece novidade para amantes de esportes

Página tem tabelas das principais competições do planeta, de modalidades como futebol, surfe, automobilismo e e-sports. Vôlei e basquete devem entrar depois, com reinício de torneios.

Geral

Ilha Grande reabre para o turismo no próximo dia 14

Município fluminense só receberá turistas com reservas em hospedagens. Hotéis, pousadas e restaurantes podem ter até 50% da capacidade ocupada.

Fachada da Caixa Econômica Federal
Economia

Caixa abre 770 agências hoje para beneficiários do auxílio emergencial

A Caixa garantiu que todas as pessoas que comparecerem às agências serão atendidas no mesmo dia. A mesma orientação é válida para o atendimento realizado de segunda a sexta-feira.

Geral

Francis Hime sente saudades da parceria com Chico Buarque

"Chico é um grande amigo, adoro ele, gosto muito mesmo, tenho muitas saudades daquele tempo”, disse Francis Hime durante entrevista ao programa Roda de Samba, da Rádio Nacional.

 

flamengo brasileiro campeão
Esportes

Série A dos portões fechados e com fim só em 2021 começa neste sábado

Brasileirão, que começa neste sábado, será inusitado. Ele termina apenas em 2021 e seguirá protocolos rígidos de segurança devido à pandemia de covid-19.