Paralisação faz Pinheiros dispensar elenco profissional de basquete

Clube anuncia rescisão antecipada, mas afirma pagar salários até maio

Publicado em 16/04/2020 - 17:48 Por Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional - São Paulo

A paralisação da temporada 2019/2020 do Novo Basquete Brasil (NBB) por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19) impactou outro clube tradicional da modalidade. Após o Sendi Bauru pedir afastamento da competição, o Esporte Clube Pinheiros anunciou, nesta quinta (16), a dispensa dos atletas do time profissional.

Os vínculos com os jogadores terminariam em maio, data em que o campeonato seria concluído em condições normais e quando seriam iniciadas negociações para renovações e contratações de reforços. Em nota, o Pinheiros explica que o cenário da modalidade tem sido mais “rígido” na atual temporada pela falta de um patrocinador e que os diretores estavam em busca de apoiadores. “Entretanto, com a pandemia instalada no país, a intenção de patrocinadores para investir nos times diminuiu”, diz o texto.

Os clubes e a Liga Nacional de Basquete (LNB) têm se reunido por meio de videoconferências para discutir o futuro da competição. Por enquanto, só foi decidido que o torneio retornará direto na fase de mata-mata, com os times mantendo as posições que ocupavam no momento da paralisação. A volta às quadras, porém, ainda não tem data.

“Com isso, para reformular o time em um panorama em que a própria LNB não decidiu se o campeonato será concluído (o que é perfeitamente normal não se ter uma decisão formal, já que esta situação da pandemia é algo novo para todos nós) comunicamos nesta semana a rescisão do contrato dos atletas antecipadamente”, justifica o Pinheiros, garantindo o pagamento do salário dos jogadores até maio. “Optamos por comunicar um mês antes aos atletas, para que possam se organizar e pleitear possíveis novos clubes”, conclui.

O Pinheiros é um dos times classificados para o mata-mata do NBB. A equipe ocupava o sexto lugar da primeira fase e enfrentará o Paulistano. O ganhador do confronto entre os rivais paulistas encara o São Paulo nas quartas de final.

Edição: Fábio Lisboa

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Aeroporto Internacional de Guarulhos; coronavírus COVID-19; Guarulhos
Política

Bolsonaro sanciona projeto de lei que prevê auxílio ao setor aéreo

O projeto de lei é originário da MP nº 925/2020, que permitiu às empresas aéreas terem mais tempo para reembolsarem passageiros que cancelarem seus voos.

athletico x coritiba
Esportes

Athletico vira nos acréscimos sobre Coritiba e é tri no Paranaense

Vitória, de virada no finalzinho, por 2 a 1 dá ao Furacão o nono título estadual sobre o maior rival. Este é o 26º título da equipe, o terceiro consecutivo.

fórmula e
Esportes

Volta da Fórmula E tem campanha contra discriminação e show lusitano

Piloto português Félix da Costa vence primeira de seis corridas que encerram a atual temporada da categoria.

Violência doméstica violência contra a mulher
Geral

SP: boletins eletrônicos de violência doméstica chegam a 5,5 mil

Número representa cerca de 20% do total de boletins deste tipo de crime elaborados no período. Registro eletrônico de violência doméstica começou em 3 de abril.

Palácio do Planalto
Política

Bolsonaro sanciona lei de negociação de dívidas das micro empresas

O Projeto de Lei Complementar 9/2020 autoriza a extinção de créditos tributários devidos pelas micro e pequenas empresas integrantes do Simples Nacional.

Testes para detecção do Covid-19
Saúde

Número de mortes por covid-19 cai 7% em uma semana

Segundo o Ministério da Saúde, houve redução de óbitos em 15 estados, entre eles Roraima, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Maranhão, Piauí, Ceará, Paraíba e Pernambuco.