Libertadores: São Paulo vence fácil e Flamengo vira na Argentina

Rubro-Negro bateu Vélez, enquanto Tricolor atropelou Sporting Cristal

Publicado em 20/04/2021 - 23:49 Por Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional - São Paulo

Após as derrotas de Santos e Internacional, São Paulo e Flamengo foram os responsáveis pelas primeiras vitórias brasileiras na fase de grupos da Libertadores - ambas fora de casa. Nesta terça-feira (20), o Rubro-Negro bateu o Vélez Sarsfield por 3 a 2, de virada, no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires (Argentina), pelo Grupo G. O Tricolor atropelou o Sporting Cristal no estádio Nacional de Lima (Peru) por 3 a 0, pelo Grupo E.

Os times somaram os primeiros três pontos nas respectivas chaves. O grupo flamenguista tem sequência nesta quarta-feira (21), às 23h (horário de Brasília), com o duelo entre Unión La Calera (Chile) e LDU de Quito (Equador) no estádio Nicolás Chahuán Nazar, na região da chilena Valparaíso. O La Calera será o próximo adversário dos cariocas pela competição sul-americana, na próxima terça-feira (27), às 19h15, no Maracanã.

A chave tricolor ainda tem Rentistas (Uruguai) e Racing (Argentina), que também jogam na quarta, mas às 21h, na uruguaia Montevidéu. O Rentistas é o rival seguinte dos paulistas na Libertadores, na quinta-feira da próxima semana (29), às 21h, no Morumbi.

Atropelo tricolor em Lima

Em Lima, a primeira chance foi do Sporting Cristal, em chute de longe do atacante Írven Ávila, aos 12 minutos, que o goleiro Tiago Volpi salvou com a ponta dos dedos. Quatro minutos depois, o volante Luan aproveitou a bola afastada, após cruzamento do lateral Reinaldo pela esquerda, e chutou de primeira. A redonda desviou na marcação e matou o goleiro Alejandro Duarte. Aos 23, o lateral Daniel Alves cruzou da direita e Reinaldo tentou de cabeça, mas parou em Duarte. A equipe da casa tentou reagir, mas o São Paulo segurou a vantagem.

O Tricolor continuou melhor na etapa final. Aos nove minutos, Daniel Alves rolou e Luan, da entrada da área, bateu colocado, procurando o ângulo, mandando por cima do gol. Aos 15, Luan roubou a bola na intermediária e o meia Martín Benítez, com liberdade, chutou de fora da área, no canto esquerdo de Duarte, ampliando o placar. Os peruanos quase descontaram aos 19, mas o atacante Washington Corozo, frente a frente com Volpi, parou no goleiro. Aos 35, o atacante Éder aproveitou cruzamento de Reinaldo pela esquerda e fechou o placar.

Nos minutos finais, o São Paulo teve o zagueiro Léo expulso pelo segundo cartão amarelo, mas nada que influenciasse a quinta vitória seguida do clube em 2021. O resultado significou, também, o fim de uma invencibilidade de 21 jogos do Sporting Cristal. Os peruanos não eram derrotados desde outubro do ano passado.

Até o duelo pela segunda rodada da fase de grupos, o São Paulo tem dois jogos pelo Campeonato Paulista. Nesta sexta-feira (23), o compromisso é contra o Santo André, às 20h, no Morumbi. Já no domingo (25), o adversário será o Ituano, no estádio Novelli Júnior, em Itu (SP), ainda sem horário definido.

Virada rubro-negra na Argentina

Apesar do Flamengo iniciar o duelo marcando presença no campo adversário, foi o Vélez quem saiu na frente, logo no primeiro contra-ataque que teve. Aos 20 minutos, Lucas Janson abriu para o também atacante Juan Lucero pela esquerda. Ele escapou do zagueiro Gustavo Henrique e devolveu para Janson, na marca do pênalti, abrir o placar. O empate veio aos 42 minutos. Na sobra de um escanteio, o volante Gerson encontrou William Arão livre na área. O zagueiro finalizou e deixou tudo igual.

O Vélez voltou melhor do intervalo e chegou ao segundo gol aos oito minutos. O volante Pablo Galdámes bateu escanteio na área, Gianetti desviou de cabeça e Janson (na pequena área, livre e em posição legal) concluiu para o gol. A resposta veio aos 14, quando Gabriel foi derrubado na área pelo goleiro Lucas Hoyos. O próprio atacante cobrou o pênalti e empatou. Quatro minutos depois, quase veio a virada em chute cruzado do meia Giorgian de Arrascaeta, perto da pequena área, à direita do gol.

Arrascaeta fez o gol da virada rubro-negra em Buenos Aires.
Arrascaeta fez o gol da virada rubro-negra em Buenos Aires. - Reuters/Juan Mabromata/Direitos Reservados

O Rubro-Negro insistiu. Aos 30, Arrascaeta lançou Gabriel, que parou em grande defesa de Hoyos, que fechou o ângulo do atacante. Aos 34, veio enfim a virada: Arrascaeta acertou um belíssimo chute com a canhota, de fora da área, no ângulo de Hoyos. A missão dos anfitriões, que já estava difícil, ficou quase inviável aos 40, após o volante Federico Mancuello, ex-Flamengo e que tinha entrado em campo um minuto antes, ser expulso por falta dura em Gabriel.

Antes de voltar a pensar na Libertadores, o Flamengo tem compromisso pelo Campeonato Carioca. No sábado (24), o atual bicampeão brasileiro enfrenta o Volta Redonda no Maracanã, às 19h, valendo a ponta da primeira fase e a Taça Guanabara.

Edição: Gustavo Faria

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Rio de Janeiro - O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Jorge Picciani, devolve para o governo estadual medidas que constavam no pacote de ajuste fiscal (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Geral

Velório de Picciani ocorre no salão principal da Alerj

Picciani morreu aos 66 anos, na madrugada de ontem, no hospital Vila Nova Star, em  São Paulo, onde estava internado desde o dia 8 de abril, para tratar de um câncer na bexiga