Fluminense e Atlético-MG não passam do 1 a 1 no Raulino de Oliveira

Juiz encerra clássico entre Santos e Corinthians por causa de bombas

Publicado em 22/06/2023 - 00:09 Por Agência Brasil - Rio de Janeiro

Após uma paralisação de 10 dias por causa da Data Fifa de junho, o Campeonato Brasileiro voltou a ser disputado nesta quarta-feira (21). No jogo transmitido pela Rádio Nacional, Fluminense e Atlético-MG ficaram no 1 a 1 no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, em uma partida na qual a qualidade técnica foi suplantada pela luta das equipes.

Este resultado manteve o Tricolor das Laranjeiras na 5ª posição com 18 pontos, enquanto o Galo está em 4º com um pontos a mais.

Fluminense e Atlético-MG fizeram um primeiro tempo muito aberto, com oportunidades de lado a lado. E o Galo, que teve a estreia do técnico Luiz Felipe Scolari, conseguiu sair na frente em um lance de azar do Tricolor. Aos 34 minutos do primeiro tempo, Guilherme Arana recebeu na esquerda de Paulinho e levantou a bola na área, onde Cano raspou antes de a bola bater em Guga e ir para o fundo do gol defendido por Fábio.

O gol fez bem para os visitantes, que passaram a dominar as ações. Mas, momentos antes do intervalo, o time das Laranjeiras igualou. Ganso cobrou falta na área, Bruno Fuchs afastou parcialmente e a bola sobrou com o lateral Samuel Xavier, que bateu com força de direita para deixar tudo igual.

Se a etapa inicial foi marcada por boas oportunidades de lado a lado, o segundo tempo foi muito brigado, com pouca técnica e muita luta. O lance de maior destaque do período foi a expulsão do técnico Fernando Diniz, já aos 54 minutos, por reclamação.

Oportunidade desperdiçada

O Palmeiras foi até a Arena Fonte Nova, em Salvador, e desperdiçou a oportunidade de dormir na liderança do Brasileiro, pois perdeu por 1 a 0 para o Bahia e estacionou nos 22 pontos, dois a menos do que o Botafogo, que pega o Cuiabá na próxima quinta-feira (22) na Arena Pantanal.

O gol da partida saiu já aos 47 do segundo tempo, quando Cauly fez grande jogada individual e a bola sobrou para Daniel, que bateu forte da entrada da área. O goleiro Marcelo Lomba deu rebote e Thaciano não perdoou para marcar o 12º ponto do Bahia, atual 14º colocado do Brasileiro.

Bombas no gramado

O ponto negativo da rodada foi registrado na Vila Belmiro, onde o confronto entre Santos e Corinthians foi encerrado, pelo árbitro Leandro Pedro Vuaden, aos 44 minutos do segundo tempo, quando parte da torcida da equipe da casa jogou bombas e sinalizadores dentro do gramado. Após este episódio lamentável fica a expectativa de uma possível punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Com a bola rolando, o Timão foi mais eficiente e triunfou por 2 a 0. Os gols saíram na etapa inicial, com o atacante com Yuri Alberto aos 18 minutos do primeiro tempo e com João Lucas, que desviou para o gol de sua própria equipe aos 27 minutos. Com o revés, o Peixe permanece com 13 pontos, na 13ª posição. Já o Corinthians aparece na 15ª posição, com 12 pontos.

São Paulo vence no Morumbi

Uma equipe que não vacilou em casa foi o São Paulo. Após ver o Athletico-PR abrir o placar com o atacante Vitor Roque aos 10 minutos do primeiro tempo, o Tricolor virou no Morumbi graças a gols de Gabriel Neves, aos 18, e de Luciano, com um belo chute no ângulo no primeiro minuto da etapa final.

Após este triunfo o São Paulo saltou para a 6ª posição da tabela com 18 pontos. Já o Furacão ficou em 9º, com 16 pontos.

Visitante vitorioso

Mesmo jogando no estádio do Mineirão, o Cruzeiro viu o Fortaleza vencer por 1 a 0 graças a gol do argentino Lucero, após rápido contra-ataque, aos 34 minutos do segundo tempo. Após este resultado o Leão chegou aos 17 pontos, assumindo a 8ª posição da classificação. Já o Cruzeiro permanece com 14, na 10ª colocação.

Edição: Fábio Lisboa

Últimas notícias