Trabalhador sugere diretrizes para Política Nacional de Saúde

Publicado em 15/12/2014 - 22:03 Por Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil - Brasília

Começou hoje (15), em Brasília, a 4ª Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. A conferência tem por meta propor diretrizes para a Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora, implantada em agosto de 2012. Para chegar às diretrizes, mais de mil pessoas ligadas à área de saúde do trabalhador, de todo o país, darão contribuições em quatro dias de evento.

De acordo com o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, a integração entre diferentes setores é fundamental para garantir a proteção ao trabalhador. Ele citou os centros estaduais e regionais de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) como ponto central neste processo, em um mecanismo que articule todos os serviços de uma região.

“A ideia é que cheguemos até o final do próximo governo com todas as regiões do Brasil tendo acesso a algum Cerest. O centro é importante porque ele não é uma unidade que atua sozinha, ele está numa rede”. Para o secretário, garantir a rede de serviços talvez seja a principal recomendação da conferência.

“O fundamental é a gente perceber que o Brasil vem fazendo uma articulação melhor entre os ministérios da Saúde, do Trabalho e Emprego e da Previdência Social. Sem essa boa integração não vamos garantir saúde e segurança ao trabalhador”, completou Barbosa.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil ocupa o quarto lugar em mortes no trabalho, e o objetivo é reduzir esse número de óbitos. Ao final do evento, uma relação de propostas será encaminhada para aprovação do Ministério da Saúde e consequente efetivação. Barbosa não precisou um prazo para que isso ocorra. Ressaltou, porém, que a ideia é que seja “no menor prazo possível”.

Edição: Stênio Ribeiro

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
A presidente do Conselho do Programa Pátria Voluntária, Michelle Bolsonaro, durante o Lançamento do projeto Arrecadação Solidária contra o coronavírus
Política

Primeira-dama Michelle lamenta falecimento da avó por covid-19

Maria Aparecida foi internada no dia 1º de julho no Hospital Regional de Ceilândia e chegou a ser encaminhada para a Unidade de Tratamento Intensivo. Ela faleceu na madrugada de ontem.

Sede da Polícia Federal em Brasília
Geral

PF cumpre 36 mandados de prisão em oito estados e no DF

Valor das contratações suspeitas de irregularidades em Roraima chega a R$ 50 milhões. Dinheiro foi utilizado na aquisição de insumos médico-hospitalares básicos para combate à covid-19.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, participa do programa Voz do Brasil.
Política

Governo regulamenta serviços de retransmissão de rádio

“Iniciativa do governo federal e do Ministério das Comunicações para levar emprego aos estados do Mato Grosso, TO, AM, PA, AP, AC, RO e MA”, diz ministro.

Aplicativo Caixa Tem
Economia

Caixa libera saque de auxílio emergencial para 4 milhões de pessoas

O crédito na poupança social para os beneficiários nascidos em maio foi feito no dia 5 deste mês.

vacina, Moderna, imagem ilustrativa
Internacional

Argentina e México vão produzir vacina da Oxford

Entrega é prevista a partir da primeira metade de 2021, em função dos resultados dos estudos da Fase 3 de testes e das aprovações regulatórias. Brasil também firmou acordo com a AstraZeneca.

Polícia Civil do Rio de Janeiro.
Direitos Humanos

Rio: operação prende suspeitos de violência contra a mulher

De acordo com a delegada Sandra Ornellas, somente em 2019 as delegacias de atendimento à mulher no Rio indiciaram 16.703 suspeitos de violência doméstica e familiar.