Participantes da Marcha para Jesus no DF pedem fim da corrupção

Publicado em 04/07/2015 - 18:25 Por Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil - Brasília

Cerca de 5 mil pessoas participaram da Marcha para Jesus - pela Família e pelo Brasil, em Taguatinga, cidade situada a 24 quilômetros de Brasília (José Cruz/Agência Brasil)

Pelos cálculos da PM, cerca de 5 mil pessoas participaram da Marcha para Jesus no DFJosé Cruz/Agência Brasil

Cerca de 5 mil pessoas participaram da Marcha para Jesus – pela Família e pelo Brasil, em Taguatinga, cidade situada a cerca de 30 quilômetros de Brasília, segundo a Polícia Militar do DF. A organização convocou 3 mil igrejas cristãs, a maioria evangélica, para participar da caminhada, de 3 quilômetros. Eram esperados 15 mil fiéis. A marcha teve o objetivo de promover os valores cristãos e protestar contra a corrupção.

O seminarista Mateus Carvalho, de 33 anos, da igreja Casa da Bênção, carregava uma bandeira do Brasil. Ele defendeu "menos corrupção, tanto nas grandes quanto nas pequenas instituições". A igreja distribuiu a bandeira para os fiés.

De acordo com o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os evangélicos são 22,2% da população brasileira. Trata-se da religião que mais cresceu, na última década: houve um aumento de 16 milhões de pessoas que se declararam evangélicas.

Na Câmara dos Deputados, segundo o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar, a Frente Parlamentar Evangélica reúne 78 integrantes e tem a presidência da Câmara, com Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

"O Brasil está querendo avançar muito, mas ainda é um país conservador principalmente com relação à família. Há muita coisa que está querendo avançar e a sociedade não está aceitando", analisou um dos organizadores da marcha, pastor Josimar Francisco da Silva, presidente do Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal. "Avançar é bom, mas há que ter cautela para não misturar tudo", acrescentou.

A marcha englobou também pautas sociais, como o incentivo para participar do cadastro de doador de medula óssea. O grupo The Clowns of God, formado por várias igrejas, levou cartazes e jalecos para conscientizar quem por ali passasse. "A medula é uma das coisas mais difíceis [para a realização de um transplante, uma vez que é preciso haver compatibilidade entre o doador e o paciente]: estamos chamando o maior número de pessoas possível [para a doação]", disse Rafael Silva, de 17 anos, um dos integrantes do grupo.

Essa é a terceira marcha no DF este ano. Mais seis estão programadas até o dia 5 de setembro, quando ocorre a principal delas, no centro de Brasília. Além do DF, as marchas ocorrem em cidades como no Rio de Janeiro e São Paulo.

 

Edição: José Romildo

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Live Jair Bolsonaro 13.08.2020
Política

Bolsonaro: não existe tentativa de furar o teto de gastos

Bolsonaro defendeu a realização de investimentos públicos em áreas sociais e obras de infraestrutura, mas disse que não existe tentativa de "golpe" para "furar o teto".

A partir de hoje (17) estão liberadas as práticas de esportes coletivos como vôlei, futevôlei, beach tennis e futebol nas praias do Rio de Janeiro.
Geral

Senado aprova auxílio de R$ 600 para trabalhadores do esporte

O Senado aprovou hoje um projeto de lei que regulariza o recebimento do auxílio emergencial por funcionários e atletas do setor de esportes.

Edifício sede do Superior Tribunal de Justiça STJ
Justiça

Ministro do STJ revoga prisão domiciliar de Queiroz e esposa

 Fabrício Queiroz é investigado em um suposto esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. 

Vista geral da favela Morro Azul, na zona sul do Rio de Janeiro.
Geral

Rio: 1,4 mil mortes por covid-19 foram em favelas, mostra painel

Número se referem às favelas da capital. O estado do Rio de Janeiro registrou 14.080 óbitos desde a chegada do novo coronavírus no Brasil, dos quais 8.612  na capital.

O TSE aumentou o esquema de segurança para acessar o prédio do tribunal neste domingo
Justiça

TSE adia decisão a respeito de tese sobre abuso de poder religioso

Até o momento, os ministros Alexandre de Moraes e Tarcísio de Carvalho Neto votaram contra a medida. Somente o relator, Edson Fachin, defendeu a tese para punição. 

Escola fechada por cinco dias após relatos de coronavírus.
Justiça

TJRJ determina que escolas se preparem para retorno, mesmo em greve

Decisão diz que 70% dos funcionários do administrativo devem retornar ao trabalho presencial, mesmo durante a greve, para prepararem a volta às aulas.