Rio vai comemorar Dia Mundial sem Carro com passeio ciclístico no domingo

Publicado em 18/09/2015 - 20:00 Por Da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A cidade do Rio de Janeiro programou uma ação especial para o próximo domingo (20) em comemoração ao Dia Mundial sem Carro, celebrado em 22 de setembro. A prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, vai promover um passeio ciclístico no Aterro do Flamengo, um dos principais cartões postais cariocas. O objetivo é alertar para dois grandes problemas dos centros urbanos: engarrafamentos e má qualidade do ar.

Após a pedalada, haverá no local uma apresentação de manobras radicais e aéreas com atletas convidados. O público contará com tendas para oficinas e e educação ambiental, e atividades infantis, com parquinho e brincadeiras.

Segundo o subsecretário municipal de Meio Ambiente do Rio, Altamirando Fernandes Moraes, a ideia não é extinguir o carro de passeio das ruas, mas estimular a população sobre o seu uso consciente.

"Pedimos que as pessoas deixem os carros em casa neste dia e venham celebrar conosco no Aterro. Não temos nada contra o automóvel, mas queremos alertar sobre o mal que o excesso de carros nas ruas está causando, com a grande quantidade de dióxido de carbono (CO2) emitida para a atmosfera, e que vem contribuindo para alterações climáticas", disse.

Moraes disse que devem ser inauguradas ciclofaixas, interligando a Tijuca e a antiga estação da Leopoldina, na Praça da Bandeira, ambas na zona norte; e no centro da cidade, no ano que vem, mas não disse o mês. Nas regiões onde não há ciclovias ou ciclofaixas, os motoristas vão dividir o espaço com os ciclistas.

"Temos uma lei que obriga o motorista a ultrapassar o ciclista com uma distância lateral mínima de 1,5m. Paralelamente à construção de ciclovias, realizamos campanhas de conscientização sobre as regras de trânsito, que também protegem o ciclista e garantem a ele o direito de andar nas vias", lembrou o subsecretário.

O estudante Matheus Vasconcelos, de 21 anos, mora no Catete, zona sul do Rio, e também utiliza bicicleta com frequência para ir ao Centro. Ele disse aprovar a iniciativa da prefeitura e o incentivo ao uso de bicicletas, mas ressalta a necessidade de se investir em transportes de massa para reduzir o número de carros nas ruas.

"Acho ótimo iniciativas para desestimular o uso do carro. Mas tem que melhorar os trens, metrô e ônibus. Se o governo oferecer um transporte público com mais conforto e qualidade, as pessoas certamente vão deixar o carro em casa. Carro traz custo, mas muita gente prefere pagar mais a ter que esperar condução e enfrentar transporte lotado, tenho vários amigos que pensam assim", ressaltou.

Criado em 1997, o Dia Mundial sem Carro se popularizou pelo mundo. O Rio de Janeiro adotou a iniciativa em 2004. e desde então, promove atividades com os cariocas para alertar sobre a importância dos transportes alternativos na tentativa de se diminuir o número de carros de passeio nas ruas.

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Voltar ao topo da página