Comércio do Rio espera vender na Olimpíada estoque encalhado da Copa

Publicado em 07/04/2016 - 16:33 Por Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Estudo divulgado hoje (7) pelo Centro de Estudos do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDL Rio) revela que o estoque de artigos temáticos encalhado da Copa do Mundo no comércio fluminense totalizou R$ 12,8 milhões no estado e R$ 5,7 milhões na capital fluminense.

De acordo com a sondagem, 52,8% dos varejistas do setor informaram que seus estoques de produtos com as cores da bandeira brasileira (verde e amarelo) estão 55% acima do estoque normal.

“A Copa foi um fracasso para o comércio pelo excesso de feriados, que tirou o foco do consumo, e pelo mau desempenho da Seleção Brasileira, que tirou o ânimo do consumidor. Então, o comércio ficou com muita mercadoria encalhada”, informou à Agência Brasil o presidente do CDL Rio, Aldo Gonçalves. Ele lembrou que, naquela época, o país estava iniciando também o período de crise.

Encalhe

Por isso, a intenção do comércio é tentar vender na Olimpíada e Paralimpíada “pelo menos 80%” dos produtos encalhados, afirmou Gonçalves. “O comerciante é, antes de tudo, um otimista”, acrescentou o dirigente lojista.

O encalhe inclui camisetas, cornetas, canetas, chinelos, canecas, bonés, chaveiros e camisas da seleção de futebol do Brasil, entre outros artigos.

O presidente do CDL Rio informou que a Olimpíada “é a última chance” para desencalhar esse material. Segundo ele, no período serão feitas promoções e liquidações. 

Edição: Armando Cardoso

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias