Goleiro da Chapecoense é operado em São Paulo e passa bem

Publicado em 13/12/2016 - 21:08 Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil - São Paulo

O goleiro da Chapecoense, Jackson Follmann, um dos seis sobreviventes do acidente aéreo ocorrido no dia 29 de novembro na Colômbia, foi submetido hoje (13) a uma cirurgia para correção de uma fratura, com fixação da segunda vértebra cervical.

Segundo boletim divulgado divulgado na noite de hoje pelo Hospital Albert Einstein, onde Follmann foi operado, a cirurgia teve duração de uma hora e meia e terminou por volta das 18h, sem intercorrências. De acordo com o boletim médico, Follmann passa bem e está em recuperação pós-anestésica e voltará para a unidade de terapia intensiva (UTI) do hospital para observação pós-cirúrgica.

O atleta, que teve parte da perna direita amputada, estava internado na Colômbia e chegou a São Paulo nesta madrugada. Ele foi o primeiro brasileiro sobrevivente do acidente a voltar ao país.

A cirurgia foi conduzida pelo neurocirurgião Jorge Roberto Pagura e pelo ortopedista Alexandre Sadao Iutaka, com o acompanhamento de suas equipes e do ortopedista Marcos André Sonagli, médico da Chapecoense.

O hospital informou que a cirurgia foi feita com o uso de uma tomografia computadorizada intraoperatória que serviu para visualizar, em tempo real, a colocação de um parafuso fixador. Também houve monitorização neurofisiológica, que permitiu o conhecimento das condições funcionais da medula durante o procedimento. Após a cirurgia, também foram feitos curativos no membro inferior esquerdo e no coto de amputação (direito), “que se encontram com bom aspecto”.

No acidente com o avião, que levava a equipe da Chapecoense para Medellín para a disputa do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, 71 pessoas morreram, entre atletas, membros do clube, tripulantes e jornalistas. Entre os seis sobreviventes, quatro são brasileiros e dois bolivianos.

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Hospital de campanha do Maracanã no Rio de Janeiro
Justiça

Justiça diz que Saúde não pode desmobilizar hospitais de campanha

Segundo a SES, hospitais de São Gonçalo e do Maracanã estão abertos, mas sem pacientes por causa da disponibilidade de vagas em unidades regulares da rede estadual.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, fala à imprensa , após reunião com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada
Justiça

Defesa de Onyx assina acordo de não persecução penal com a PGR

Apesar do acordo fechado com a PGR, é necessário que o caso seja analisado pelo Supremo Tribunal Federal. Ministro-relator vai decidir se homologa acordo.

Hospital de campanha para vítima de Covid-19 em Santo André, São Paulo
Saúde

Covid-19: Brasil registra mais 561 mortes; total chega a 94.665

Doença atingiu 2,75 milhões de brasileiros; 69,5% já se recuperaram. Atualmente, 743.334 pacientes estão em acompanhamento.

Painel Resolveu
Geral

EBC fica em primeiro no ranking de elogios entre instituições federais

De 1º de janeiro a 31 de julho, a administração federal recebeu 4.656 elogios de usuários de 333 instituições; EBC recebeu 417 elogios, e Ministério da Economia, 375.

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES
Economia

BNDES seleciona fundos de crédito não bancário para pequenas empresas

Com isso, BNDES busca mitigar impactos da pandemia de covid-19 na economia e, por meio de canais não bancários, ampliar crédito para pequenos empreendedores.

Dolar-Moeda estrangeira
Economia

Dólar ultrapassa R$ 5,30 e fecha no maior valor em duas semanas

Nos Estados Unidos, alta da indústria e impasse em negociações de novo pacote de estímulos pressionaram cotação. No Brasil, mercado aguarda reunião do Copom.