Concessionária devolve administração de túneis à prefeitura do Rio

Justificativa foi atraso de mais de um ano no pagamento de serviços

Publicado em 26/08/2019 - 18:31 Por Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A  Concessionária Porto Novo decidiu devolver a administração dos túneis Marcello Alencar e Rio450, no Rio de Janeiro, à prefeitura da capital fluminense. Segundo nota divulgada hoje (26), a concessionária está há mais de um ano sem receber pelos serviços prestados. Os dois túneis são considerados  importantes eixos de mobilidade urbana como opção para se chegar ao centro do Rio vindo do Aterro do Flamengo (Marcello Alencar) e para a integração dos bairros do centro e da Saúde (Rio450).

Na nota, a concessionária diz que informou à Companhia de Desenvolvimento Urbano do Porto Maravilha (Cdurp) que “por estar há mais de um ano sem receber pelos serviços prestados, e após diversas tentativas de acordo sem sucesso”, a companhia se viu obrigada a recorrer à cláusula do contrato de parceria público privada “que prevê a assunção por essa [Cdurp] dos serviços atualmente executados pela concessionária nos túneis Marcello Alencar e Rio450”.

A Concessionária Porto Novo diz, ainda, no texto, que em 14 de maio avisou formalmente à Cdurp da sua saída da administração dos túneis, respeitando o prazo contratual de 120 dias de antecedência. “Até 11 de setembro de 2019, a Porto Novo manterá normalmente suas atividades nos túneis. Após essa data, a gestão, operação e manutenção dos túneis será de exclusiva e integral responsabilidade da Cdurp”. Segundo a nota, a concessionária e a companhia municipal terão reuniões para que o processo de devolução “seja realizado com eficiência e segurança”.

A prefeitura do Rio informou, por meio da Cdurp, que “está negociando solução com a Concessionária Porto Novo, que opera os túneis Rio450 e Marcello Alencar, serviço essencial à população. O município não trabalha com a hipótese de transferência”.

Ligações

O Túnel Marcello Alencar foi inaugurado em 2016 e tem 3.382 metros de extensão. Construído a 40 metros abaixo do nível do mar, ele liga o Aterro do Flamengo à zona portuária da cidade. 

O Túnel Rio450 atravessa o bairro da Saúde, na zona portuária do Rio. Com 1.480 metros de extensão, integra a Via Binário do Porto, permitindo a integração dos bairros do Centro e da Saúde. Inaugurado em 1º de março de 2015 recebeu o nome Túnel Rio450 por ter sido inaugurado no dia 1º de março de 2015, aniversário de 450 anos da cidade do Rio de Janeiro.


 

Edição: Fábio Massalli

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Medicamentos
Geral

Polícia apreende R$ 1 milhão em medicamentos desviados da rede pública

Foram apreendidas cerca de 800 caixas de remédio, muitos vencidos. Os agentes prenderam um homem acusado de integrar a quadrilha especializada neste tipo de crime.

 

Testes para detecção do Covid-19
Saúde

Covid-19: Brasil tem 104 mil mortes e 3,16 milhões de casos acumulados

Boletim do Ministério da Saúde revela que 2.309.477 pessoas se recuperaram da covid-19 desde o começo da pandemia. 

psg neymar
Esportes

PSG vence Atalanta no fim e vai à semifinal da Liga dos Campeões

Brasileiro Neymar tem atuação decisiva, participando diretamente dos dois gols da equipe da capital francesa.

Geral

PF fecha dois bingos clandestinos no centro do Rio de Janeiro

Em um dos endereços, localizado na zona portuária, foram apreendidas 30 máquinas caça níqueis. Em outro local, na Cinelândia, foram apreendidas outras 24 máquinas.

O presidente Jair Bolsonaro faz  declaração à imprensa na área externa do Palácio da Alvorada
Política

Bolsonaro, Maia e Alcolumbre defendem teto de gastos em pronunciamento

"Resolvemos, então, com essa reunião, direcionar mais ainda nossas forças para o bem comum daquilo que todos nós defendemos", disse o presidente Jair Bolsonaro.

Governo do DF suspende aulas para evitar ampliação de casos do novo corona vírus.
Justiça

Justiça mantém suspensão de aulas presenciais na rede privada do DF

Com a decisão, o retorno continua proibido até o julgamento de uma ação civil pública que está em tramitação na 6ª Vara do Trabalho de Brasília. As aulas estão suspensas desde 11 de março.