PF faz operação para recuperar obras de arte e peças históricas

Peças eram subtraídas de instituições do Rio de Janeiro e de São Paulo

Publicado em 12/02/2020 - 11:24 Por Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A Polícia Federal deflagrou, na manhã de hoje (12), a Operação Pedro II, que busca recuperar obras de arte e peças históricas furtadas ou roubadas de instituições públicas brasileiras na década de 2000. Os agentes cumprem quatro mandados de busca e apreensão na zona sul e no centro do Rio de Janeiro, contra um dos receptores da quadrilha.

Segundo a PF, a operação leva o nome do imperador porque ele era considerado patrono das artes no país.

Os criminosos subtraíram as peças principalmente de instituições do Rio de Janeiro e de São Paulo, e, entre o que foi roubado ou furtado, estão livros raros, periódicos e fotografias.

Os ladrões atendiam a pedidos de colecionadores e comerciantes de artes, que atuavam como receptadores e traficantes de obras. Os materiais roubados eram colocadas à venda em leilões do Brasil e do exterior.

A polícia recuperou cerca de R$ 1 milhão em obras de arte roubadas somente no último ano, em leilões e em coleções de instituições privadas brasileiras.

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias