Polícia do Rio conclui que atirador teve intenção de matar menino

Crime foi em junho, na casa da vítima, durante festa de aniversário

Publicado em 18/06/2020 - 12:43 Por Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro concluiu que o investigado pela morte do menino Douglas Enzo Maia dos Santos Marinho, de 4 anos, cometeu homicídio doloso qualificado. 

A Secretaria de Polícia Civil informou hoje (18) que o inquérito foi concluído pela 66ª Delegacia (Piabetá) e alterou a autuação inicial de Pedro Vinicius de Souza Pevidor, que era de homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

O crime ocorreu no dia 7 de junho, na casa da vítima, durante sua festa de aniversário de 4 anos.

Segundo a polícia, o investigado foi armado à comemoração, em Magé, na Baixada Fluminense, e efetuou o disparo que matou a criança.

Além de inicialmente homicídio culposo, a autuação em flagrante também incluiu porte ilegal de arma de fogo.

O delegado responsável pelo caso, Antônio Silvino, afirmou que a análise dos laudos e depoimentos indicou que o investigado atirou em direção à vítima, com a intenção de atingi-la, além de ter torcido seu braço.

Dois irmãos da vítima prestaram depoimento, e um deles relatou ainda que Pedro apertou o pescoço do menino.

O investigado teve prisão preventiva decretada em 9 de junho, durante sua audiência de custódia, e continua detido.

Com a conclusão do inquérito, a polícia vai informar à Justiça que ele deve responder por homicídio qualificado, com o agravante de ter praticado o crime contra uma criança.

 

Edição: Kleber Sampaio

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
vacina, Moderna, imagem ilustrativa
Internacional

Argentina e México vão produzir vacina da Oxford

Entrega é prevista a partir da primeira metade de 2021, em função dos resultados dos estudos da Fase 3 de testes e das aprovações regulatórias. Brasil também firmou acordo com a AstraZeneca.

Polícia Civil do Rio de Janeiro.
Direitos Humanos

Rio: operação prende suspeitos de violência contra a mulher

De acordo com a delegada Sandra Ornellas, somente em 2019 as delegacias de atendimento à mulher no Rio indiciaram 16.703 suspeitos de violência doméstica e familiar.

O jogador Guerrero, do Internacional
Esportes

Três jogos fecham segunda rodada da Série A do Brasileirão

São Paulo, Fortaleza, Internacional, Santos, Vasco e Sport entram em campo na noite desta quinta-feira pelo nacional de futebol.

 Escultura do Cristo Redentor na praia de Copacabana.
Saúde

Cristo Redentor passa por desinfecção antes da reabertura no sábado

Até agora, já foram feitas mais de 400 desinfecções em locais públicos como rodoviárias, aeroportos, estações de trens, metrôs e barcas, hospitais e unidades de saúde e asilos.

Presidente russo, Vladimir Putin, visita hospital de Moscou com roupa de proteção
Internacional

Rússia: médicos serão vacinados contra covid-19 em duas semanas

Alexander Gintsburg, diretor do Instituto Gamaleya, produtor da vacina, disse que o país planeja ter capacidade para produzir 5 milhões de doses por mês entre dezembro e janeiro.

Pesquisadores retiram soro de cavalo
Saúde

Soros produzidos por cavalos têm anticorpos potentes para covid-19

O coordenador do projeto, Jerson Lima Silva, da UFRJ, apresenta os resultados da pesquisa hoje (13) à noite, durante simpósio sobre covid-19 na Academia Nacional de Medicina, no Rio.