Academias do Rio reabrem com agendamento dos alunos

Espaços infantis, saunas e spas continuam proibidos

Publicado em 02/07/2020 - 10:48 Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil* - Brasília

As academias de ginástica e outros estabelecimentos de atividades esportivas reabrem hoje (2) no Rio de Janeiro, após terem sido fechados em meados de março devido à pandemia de covid-19. De acordo com as regras de reabertura gradual impostas pela prefeitura, as academias podem funcionar em horário integral, mas com agendamento de horário para os alunos e limitadas a um terço da capacidade.

Devem ser tomados todos os cuidados sanitários de higienização dos aparelhos, disponibilização de álcool em gel para os frequentadores, uso de máscara pelos funcionários e alunos e distância de 3 metros por pessoa.

O uso de piscinas está liberado apenas para aulas de natação. Espaços infantis, saunas e spas continuam proibidos. Atividades de crossfit estão liberadas, mas sem o uso de equipamentos de difícil higienização, como pneu e corda naval. Podem ser retomadas as aulas de luta e de dança, mas sem contato físico. O treinamento funcional na praia está autorizado apenas para atividades individuais.

Retomada

A Associação Brasileira de Academias (Acad Brasil) informa que não tem dados sobre demissões e dificuldades enfrentadas pelo setor durante o período sem atividades presenciais. Mais de 30 mil academias permaneceram fechadas desde março em todo o país, segundo a entidade.

A Acad Brasil disponibilizou uma cartilha com orientações sobre a retomada das atividades.

Durante o período de fechamento, muitas mantiveram as atividades de forma online, com aulas ao vivo, pagas ou gratuitas, ou disponibilizando vídeos para treinamento em casa.

Preparação

Leonardo Britto é professor e sócio da Real Cross, academia de crossfit em Botafogo, na zona sul do Rio. Ele diz que perdeu 60% dos alunos durante o período em que ficou fechado, mas que conseguiu manter todos os funcionários e as contas em dia.

“Alunos que moram longe e treinavam com a gente, por causa do trabalho, pararam de pagar, outros tiveram redução salarial, ou foram demitidos. Outros saíram da cidade, já que estão em home office, foram para a casa dos pais. Nós conseguimos fazer uma adequação no aluguel, negociamos com um número bacana pros dois lados e conseguimos manter o pagamento de todos os colaboradores e todas as contas.”

Ele disse que emprestou os equipamentos para os alunos treinarem em casa e estão preparando o retorno às atividades há um mês, com a adequação dos ambientes e separação de materiais que não poderão ser usados nesse primeiro momento, como as cordas de escalada. As aulas presenciais retornam na segunda-feira, com a redução de 20 para dez o máximo de alunos por turma.

“É um grande desafio para nós gestores e também para os clientes. Tem que haver um entendimento bem legal das duas partes. Prestamos um serviço em que a participação deles é fundamental”.

Distanciamento

Para Britto, ainda há dúvidas sobre as orientações. “Nas determinações sanitárias há a obrigatoriedade do uso de máscara, que não é recomendado para fazer atividade física. Ao suar com o exercício físico, molha a máscara e a umidade no tecido serve de porta de entrada para o vírus, seria melhor não usar máscara e somente manter o distanciamento, como estão fazendo em outros países”.

*Colaborou Raquel Júnia, repórter do Radiojornalismo EBC

Matéria modificada às 14h18 para acréscimo de informação

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Um trabalhador fica perto de um tanque da empresa estatal de petróleo da Petrobras em Brasília
Economia

Campo de Búzios registra recorde de produção em julho

Esse é o maior campo de petróleo em águas profundas do mundo, segundo a Petrobras. Produção do mês passado foi de 615 mil barris de óleo por dia (bpd).

Moeda Nacional, Real, Dinheiro, notas de real,Cédulas do real
Economia

Baixa inflação permitiu corte nos juros, avaliam entidades

Entidades do setor produtivo consideram acertada a redução da Selic para 2% ao ano, o menor nível da história. Para CNI, juros baixos ajudam a conter efeitos da crise.

tombense
Esportes

Tombense chega à final do Mineiro pela primeira vez

Equipe volta a superar Caldense nas semifinais da competição, e espera vencedor de Atlético e América na grande decisão.

Brasília 60 Anos - Esplanada dos Ministérios
Geral

Governo prepara consulta aos 600 mil servidores federais

Pesquisa vai mapear clima organizacional nos órgãos públicos e será disponibilizada entre 21 de setembro e 12 de outubro. Participação é voluntária e totalmente sigilosa.

Fachada do edifício sede do Supremo Tribunal Federal - STF
Justiça

STF valida restrição para operações policiais no Rio

Pela decisão, as operações policiais no Rio de Janeiro poderão ser deflagradas somente em casos excepcionais, após justificativa enviada ao Ministério Público.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, durante aula magna sobre o tema Educação e Democracia: Perspectiva 2018, na abertura do curso da pós-graduação Lato Sensu em Democracia, Direito Eleitoral e Poder Legislativo.
Justiça

Luiz Fux defende uso de inteligência artificial no Judiciário

O magistrado argumentou que sistemas podem contribuir para substituir tarefas laboriosas, feitas por diversos servidores, gerando ganho de eficiência na análise de processos.