Registros de nascimento caem 15,7% em janeiro em São Paulo

Percentual é o menor para o mês desde 2002

Publicado em 19/02/2021 - 17:39 Por Bruno Bocchini – Repórter da Agência Brasil - São Paulo

Nove meses após o início da pandemia de covid-19 no Brasil, o número de registro de nascimento em janeiro de 2021, no estado de São Paulo, foi o menor desde janeiro de 2002. Os dados, divulgados hoje (19), constam de levantamento da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen-SP).

No mês passado, foram feitos 45.222 registros de nascimento no estado, número 15,7% menor que o verificado em janeiro de 2020, que ficou em 53.690. De acordo com a Arpen, os dados mostram que a pandemia influenciou a decisão dos casais de ter filhos.

Na capital paulista, a diminuição do número de registros de nascimento no primeiro mês de 2021 foi ainda maior, comparada a janeiro do ano passado. A queda foi de 21,53%, com 12.476 registros ante os 15.899 feitos em janeiro do ano passado. O patamar de nascimentos na cidade é o menor desde 2004.

Segundo a Arpen, o número de nascimentos registrados em 2021 ainda pode vir a aumentar, já que houve expansão do prazo legal para comunicação de registros em razão da situação de emergência causada pela covid-19.

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias