Prefeitura do Rio lança projeto para jovens em vulnerabilidade social

Iniciativa inclui oficinas temáticas e bolsa mensal de R$ 500

Publicado em 25/12/2022 - 08:24 Por Cristiane Ribeiro - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

Duzentos adolescentes com idades entre 14 e 18 anos, moradores de favelas dos Complexos do Chapadão e da Pedreira, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro, vão participar de oficinas temáticas nas áreas de cultura, esporte e lazer e ainda receber uma bolsa no valor mensal de R$ 500.

É o projeto Tô de Boa, pioneiro no país e lançado pela prefeitura do Rio em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), do Ministério da Justiça, que tem por objetivo oferecer condições que contribuam para a redução de fatores de risco associados à violência urbana e à criminalidade.

A secretária de Assistência Social do município do Rio, Maria Domingas Pucú, explicou que os jovens foram escolhidos de acordo com a situação de vulnerabilidade, risco social ou se estiverem cumprindo alguma medida socioeducativa.


Ainda segundo Maria Domingas, o projeto foi construído com a participação dos jovens e foram eles que apontaram seus desejos sobre os cursos a serem ministrados 4 vezes por semana e durante10 meses.

O coordenador de investimentos da Senad, Gustavo Camilo Baptista, considerou muito positiva a iniciativa da prefeitura do Rio, enfrentando a questão da vulnerabilidade social e oferecendo aos jovens oportunidades. E disse que se funcionar, poderá ser expandido para todo o país.

Edição: Leila Santos/Edgard Matsuki

Últimas notícias