OMS inicia amanhã segunda maior campanha de vacinação do mundo contra o cólera

Publicado em 09/10/2017 - 15:55 Por Da ONU News - Nova York (EUA)

Famílias rohingyas no acampamento improvisado de Balukhali, em Cox's Bazar, Bangladesh

Famílias rohingyas no acampamento improvisado de Balukhali, em Cox's Bazar, Bangladesh Anthony Burke/ONU

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e parceiros  realizam a partir de amanhã (10) r, em Bangladesh, a segunda maior campanha do mundo de vacinação oral contra o cólera. A ação será realizada no campo de refugiados rohingya na localidade de Cox's Bazar. A informação é da ONU News.

Segundo a OMS, centenas de agentes de saúde e voluntários foram mobilizados para entregar 900 mil doses da vacina OCV a mais de 650 mil homens, mulheres e crianças que estão vivendo em acampamentos superlotados na região, com dificuldades de acesso à água limpa, saneamento e higiene.

Desde o fim de agosto, mais de meio milhão de pessoas chegaram a Bangladesh fugindo do estado de Rakhine, em Mianmar. Segundo o Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef) cerca de 60% dos refugiados são crianças.

A menos de 24 horas do início da campanha, o diretor regional de emergência da Organização Mundial da Saúde para o Sudeste Asiático, Roderico Ofrin, disse que os riscos foram avaliados e que a ação "provavelmente salvará muitas vidas". Ele afirmou ser essencial que a campanha de vacinação seja acompanhada de um aumento nos serviços de água e saneamento.

Segundo Ofrin, a imunização em massa fornecerá proteção vital contra o cólera, especialmente nos próximos seis meses, mas a vacinação por si só não é substituto para água limpa, saneamento adequado e boa higiene. A ONU calcula que serão necessários US$ 434 milhões para ajudar os refugiados da minoria rohingya nos próximos meses.

O apoio técnico e operacional da OMS à campanha de vacinação é parte de sua resposta à emergência. Desde agosto, a agência ajudou a planejar e implementar campanhas contra sarampo, rubéola e pólio que protegeram mais de 100 mil crianças.

Risco real, ação urgente

Uma avaliação dos riscos de saúde no local foi realizada por autoridades nacionais com o apoio de agências das Nações Unidas, como a OMS, o Unicef, a Agência da ONU para Migrações (OIM), e a ONG Médicos Sem Fronteiras (MsF). A conclusão foi que o risco de um surto de cólera é "real e a necessidade de agir é urgente".

A Agência da ONU para Refugiados (Acnur), já está atuando com autoridades de Bangladesh para conter surtos de diarreia nos acampamentos onde estão os rohingyas que fugiram de Mianmar.

Tragédia

Uma outra agência da ONU, a OIM, chamou a atenção para uma tragédia que atingiu mais refugiados rohingya na noite de domingo, quando pelo menos 13 pessoas, a maioria crianças, se afogaram quando o barco de pesca em que estavam a caminho de Bangladesh virou numa tempestade.

A guarda-costeira bengalesa encontrou os corpos de sete meninos com idades entre três e 10 anos e quatro meninas com idades entre dois e três. Os corpos de dois adultos, um homem e uma mulher, também foram encontrados.

Os sobreviventes disseram a equipes da OIM que havia cerca de 60 refugiados na embarcação quando ela deixou Mianmar à noite. Funcionários da agência da ONU conversaram com sobreviventes, entre eles o menino Arafat, de oito anos. Em choque, ele contou que perdeu a família inteira no acidente: a mãe, o pai, uma irmã e um irmão mais novo.

Edição: -

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Amapá, Ceará e Rio de Janeiro seguem em alerta de uma segunda onda

O Boletim InfoGripe da Fiocruz indica que Amapá. Ceará e Rio de Janeiro mantêm o sinal de retomada do crescimento de novos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Avião de pequeno porte
Geral

Anac autoriza táxi-aéreo a vender assento individual

As empresas de táxi-aéreo aptas a fazer esse serviço estão listadas no sistema Voe Seguro, e podem ser consultadas no site da Anac. As regras foram publicadas no Diário Oficial da União.

 Incêndio no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Divulgação/Parnaso)
Geral

Prossegue combate a incêndio florestal na Serra dos Órgãos

Hoje é o quarto dia consecutivo que o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro atua no combate ao incêndio florestal de grandes proporções no Parnaso.

medicina, hospital, centro cirúrgico, pacientes, tratamento, internação, equipamento hospitalar
Educação

Governo de SP autoriza retomada dos cursos na área da Saúde

Segundo o secretário de Educação de São Paulo, Rossieli Soares, o objetivo da volta das atividades em cursos da área de saúde é "garantir a formação médica”.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, durante aula magna sobre o tema Educação e Democracia: Perspectiva 2018, na abertura do curso da pós-graduação Lato Sensu em Democracia, Direito Eleitoral e Poder Legislativo.
Justiça

Fux convoca audiência sobre horário de funcionamento de tribunais

A reunião está prevista para 2 de outubro e será mais uma tentativa de resolver o conflito que envolve advogados e os tribunais.

Saúde

Pesquisadores desenvolvem tecido capaz de matar o vírus da covid-19

O tecido está sendo produzido no Laboratório de Engenharia de Superfícies da Coppe/UFRJ e tem por objetivo oferecer maior proteção aos profissionais da área de saúde.