Canadá investiga conexões terroristas em atropelamento que matou 10

Polícia de Toronto identificou suspeito preso como Alek Minassian

Publicado em 23/04/2018 - 22:53 Por Da Agência EFE - Toronto (Canadá)

As autoridades do Canadá estão investigando o passado e as possíveis conexões terroristas de Alek Minassian, um jovem de 25 anos identificado como responsável pelo atropelamento em massa nas ruas de Toronto desta segunda-feira, que deixou pelo menos 10 mortos. A informação é da Agência EFE.

A polícia canadense confirmou a identidade de Minassian, detido como suposto autor do atropelamento, depois que fontes governamentais a informaram a vários meios de comunicação, tanto no Canadá como nos Estados Unidos.
 

Van danificada usada por um jovem para atropelar e matar pedestres em Toronto, Canadá. Saul Porto/Reuters/Direitos Reservados.
Van danificada foi usada por um jovem para atropelar e matar pedestres em Toronto, Canadá. (Saul Porto/Reuters/Direitos Reservados)

As autoridades também elevaram de nove para 10 o número provisório de mortos, embora não tenham oferecido mais detalhes sobre a identidade das vítimas.

O suposto autor do que foi descrito como um "ataque" foi detido por apenas um agente da polícia de Toronto, sem necessidade de disparar um só tiro, a apenas um quilômetro do local em que atropelou dezenas de pessoas que caminhavam pela calçada da Rua Yonge, a principal artéria da cidade canadense.

A similaridade do ocorrido com atentados terroristas sofridos nos últimos meses em várias cidades europeias, e a coincidência com a cúpula de ministros das Relações Exteriores e Segurança do G7 que acontece nestes dias na cidade, gerou rapidamente suspeitas de que fosse um ataque extremista.

No entanto, funcionários canadenses que foram informados pelos serviços de segurança do país sobre o ataque disseram a meios de comunicação que Minassian não tem vínculos conhecidos com organizações terroristas.

O ministro de Segurança Pública do Canadá, Ralph Goodale, que qualificou o incidente como um "ataque horroroso", o que provocou conjecturas de que o atropelamento fosse um ato terrorista, também declarou em uma coletiva de imprensa que o detido "não tem uma conexão particular com a segurança nacional".

Por sua parte, o chefe da polícia de Toronto, Mark Saunders, acrescentou que, por enquanto, também não se pode descartar a motivação terrorista e que é necessário que a investigação continue para determinar com exatidão o ocorrido.

Outras fontes apontaram que o detido tem um histórico de doenças mentais, embora essa informação também não tenha sido confirmada oficialmente pelas autoridades.

O que se sabe de Minassian é que tem 25 anos de idade e nos seus perfis nas redes sociais Linkedin e Facebook afirma que é um estudante que vive em Richmond Hill, uma pequena localidade vizinha a Toronto. EFE

*É proibida a reprodução total ou parcial deste material. Direitos Reservados

Edição: Davi Oliveira

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias