Ministros do Brics reafirmam importância da cultura para economia

Brasil assume presidência rotativa do bloco em 2019

Publicado em 31/10/2018 - 17:40 Por Agência Brasil - Brasília

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, afirmou hoje (31) que qualquer projeto nacional de desenvolvimento econômico e social do século 21 deve incorporar a criatividade e a inovação. Presente no 3º Encontro de Ministros da Cultura dos Brics – bloco formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul –, o ministro afirmou que a mudança de governo não afetará o nível de importância atribuído pelo Brasil ao bloco e lembrou que, em 2019, a presidência rotativa do bloco será do Brasil.

“Tenho o compromisso de apresentar à nova gestão uma proposta de planejamento de atividades culturais para o Brics para 2019, quando o Brasil assumirá a presidência rotativa do bloco, com destaque para o Festival de Cinema e Mercado das Indústrias Criativas, sem prejuízo de outras iniciativas que, tenho certeza, deverá propor o novo governo”, acrescentou Sá Leitão.

Durante a reunião, realizada em Maropeng, África do Sul, o ministro ponderou que, “quando se fala em criatividade e inovação, as atividades culturais se apresentam como uma potência econômica ainda reprimida e carente de melhor estruturação e apoio.”

Sá Leitão disse ainda que "as culturas devem estar próximas, em coexistência pacífica e interação permanente" e que espera afinação entre os países-membros do Brics, a fim de que o Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) – instituição bancária do bloco – mantenha seus segmentos culturais em constante movimento.

Plano de ação

Ao final do encontro, os representantes dos cinco países assinaram a Declaração de Maropeng, Berço da Humanidade, em que reafirmam o papel da cultura enquanto geradora de desenvolvimento econômico. Também através do documento, os ministros ratificaram o compromisso com o Plano de Ação para a Implementação do Acordo entre os Governos do Brics para Cooperação no Campo da Cultura (2017-2021), assinado em julho de 2017, na China.

Além de Sá Leitão, também compareceram ao encontro os ministros da cultura da Rússia, Vladimir Medinsky; da Índia, Mahesh Sharma; e da África do Sul, Nkosinathi Mthethwa. A China foi representada pelo vice-ministro de cultura e turismo, Xiang Zhanglun.

A Declaração de Maropeng menciona ainda medidas de proteção ao patrimônio cultural, fazendo menção específica ao tráfico ilícito de bens culturais. Quanto ao assunto, Sá Leitão compartilhou com os presentes que o governo brasileiro está estruturando uma política nacional que visa a combater esse tipo de transação.

Produção audiovisual

No encontro, o ministro brasileiro também reiterou a importância de os países do bloco selarem um Acordo de Coprodução Cinematográfica e Televisiva, complementando acordos bilaterais já oficializados com Índia, China e África do Sul. “Falta-nos apenas assinar o acordo com a Rússia, cujas negociações já se encontram em estágio bastante adiantado. Mas, para avançarmos como bloco, considero fundamental um tratado que coloque os cinco países debaixo do mesmo guarda-chuva, com as mesmas regras,” afirmou.

Sá Leitão lembrou também que o Festival de Cinema, considerado um dos produtos da vitrine do Brics, chega à quarta edição no ano que vem, e será sediado no Brasil. O evento deve ser realizado na cidade de Niterói (RJ).

Indústria criativa

Em sua argumentação em defesa da economia criativa do Brasil, o ministro destacou que o país representa, na América Latina, o maior mercado de TV paga, vídeo sob demanda, feiras e eventos de negócios, jogos eletrônicos e música. De acordo com o Ministério da Cultura, as projeções de crescimento anual desses segmentos no Brasil até 2021 são superiores à da média geral da economia.

No caso dos jogos eletrônicos, o crescimento estimado é de 16,9% ao ano; do vídeo sob demanda, de 8,8%; da música, de 8%; do cinema, de 6,9%; e do entretenimento ao vivo, de 4,9%. “Esses são números que apenas confirmam o alto impacto da economia criativa para a geração de emprego e renda, além de instrumento para inclusão social, formação profissional e educação e inclusão para nossos jovens”, afirmou Sá Leitão.

Edição: Denise Griesinger

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Fall Guys - game - e-sports
Esportes

Coluna – Fall Guys diverte sem compromissos

Estilo simples agrada até mesmo jogadores mais inexperientes. Na coluna desta semana, Guilherme Neto analisa o game para PC e PlayStation 4, desenvolvido pela Mediatonic.
 

Usuários de transporte público e motoristas de ônibus utilizam máscaras de proteção contra covid-19 na rua da Consolação
Economia

Setor de serviços cresce 5% de maio para junho, diz IBGE

Os efeitos negativos da covid-19 provocou uma retração de 18,6% no período de março a maio. Em fevereiro, mesmo antes da pandemia, o setor já havia recuado 1%.

A presidente do Conselho do Programa Pátria Voluntária, Michelle Bolsonaro, durante o Lançamento do projeto Arrecadação Solidária contra o coronavírus
Política

Primeira-dama Michelle lamenta falecimento da avó por covid-19

Maria Aparecida foi internada no dia 1º de julho no Hospital Regional de Ceilândia e chegou a ser encaminhada para a Unidade de Tratamento Intensivo. Ela faleceu na madrugada de ontem.

Sede da Polícia Federal em Brasília
Geral

PF cumpre 36 mandados de prisão em oito estados e no DF

Valor das contratações suspeitas de irregularidades em Roraima chega a R$ 50 milhões. Dinheiro foi utilizado na aquisição de insumos médico-hospitalares básicos para combate à covid-19.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, participa do programa Voz do Brasil.
Política

Governo regulamenta serviços de retransmissão de rádio

“Iniciativa do governo federal e do Ministério das Comunicações para levar emprego aos estados do Mato Grosso, TO, AM, PA, AP, AC, RO e MA”, diz ministro.

Aplicativo Caixa Tem
Economia

Caixa libera saque de auxílio emergencial para 4 milhões de pessoas

O crédito na poupança social para os beneficiários nascidos em maio foi feito no dia 5 deste mês.