Próxima missão tripulada na nave Soyuz deve partir à ISS em dezembro

Publicado em 31/10/2018 - 11:30 Por Agência EFE - Moscou

A próxima missão espacial tripulada utilizando a nave Soyuz partirá rumo à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) em 3 de dezembro, informou o diretor-executivo de voos tripulados da agência espacial russa, Roscosmos, Sergei Krikaliov.

"A próxima viagem tripulada foi antecipada um pouco. Agora, a indústria [espacial] está fazendo grandes esforços para transferir o lançamento da nave para 3 de dezembro", afirmou Krikaliov, em cerimônia por ocasião do 55º aniversário da fundação do Instituto para Problemas Biomédicos da Academia de Ciências da Rússia, segundo a agência RIA Novosti.

A Roscosmos retomará assim os voos tripulados à ISS depois dos problemas registrados no lançamento de 11 de outubro da Soyuz MS-10 do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão.

Dois minutos depois do lançamento da nave ocorreu uma falha que obrigou o cosmonauta Alexei Ovchinin e o astronauta da Agência Espacial Americana (Nasa, na sigla em inglês), Nick Hague, a realizarem uma aterrissagem de emergência.

A cápsula recuperável foi ejetada depois que o sistema automático de emergência foi acionado e, após uma descida em modo balístico, aterrissou a aproximadamente 25 quilômetros da cidade de Dzhezkazgan, sem que seus dois tripulantes ficassem feridos.

A causa preliminar da falha, que está sendo investigada por uma comissão especial, foi uma colisão entre o primeiro estágio do foguete quando este se separava do segundo.

A Roscosmos realizará amanhã (1º) uma entrevista coletiva para informar as conclusões da investigação.

A tripulação que está atualmente na ISS voltará à Terra em torno de 20 de dezembro, indicou Krikaliov.

Por sua vez, o lançamento do cargueiro espacial Progress MS-10, que deveria ter decolado em 30 de outubro para a ISS, foi adiado para 26 de novembro, explicou o diretor da Roscosmos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
vacina, Moderna, imagem ilustrativa
Internacional

Argentina e México vão produzir vacina da Oxford

Entrega é prevista a partir da primeira metade de 2021, em função dos resultados dos estudos da Fase 3 de testes e das aprovações regulatórias. Brasil também firmou acordo com a AstraZeneca.

Polícia Civil do Rio de Janeiro.
Direitos Humanos

Rio: operação prende suspeitos de violência contra a mulher

De acordo com a delegada Sandra Ornellas, somente em 2019 as delegacias de atendimento à mulher no Rio indiciaram 16.703 suspeitos de violência doméstica e familiar.

O jogador Guerrero, do Internacional
Esportes

Três jogos fecham segunda rodada da Série A do Brasileirão

São Paulo, Fortaleza, Internacional, Santos, Vasco e Sport entram em campo na noite desta quinta-feira pelo nacional de futebol.

Rio de Janeiro - Dedo do Cristo Redentor danificado por raio começa a ser restaurado a partir de hoje (21). O dedo médio da mão direita do Cristo Redentor foi atingido por raio na noite do dia 16. (Foto Thomaz Silva/Agência Brasi)
Saúde

Cristo Redentor passa por desinfecção antes da reabertura no sábado

Até agora, já foram feitas mais de 400 desinfecções em locais públicos como rodoviárias, aeroportos, estações de trens, metrôs e barcas, hospitais e unidades de saúde e asilos.

Presidente russo, Vladimir Putin, visita hospital de Moscou com roupa de proteção
Internacional

Rússia: médicos serão vacinados contra covid-19 em duas semanas

Alexander Gintsburg, diretor do Instituto Gamaleya, produtor da vacina, disse que o país planeja ter capacidade para produzir 5 milhões de doses por mês entre dezembro e janeiro.

Pesquisadores retiram soro de cavalo
Saúde

Soros produzidos por cavalos têm anticorpos potentes para covid-19

O coordenador do projeto, Jerson Lima Silva, da UFRJ, apresenta os resultados da pesquisa hoje (13) à noite, durante simpósio sobre covid-19 na Academia Nacional de Medicina, no Rio.