Filme sul-coreano Parasita faz história e ganha o Oscar 2020

Ele conquistou ainda outras três categorias

Publicado em 10/02/2020 - 08:12 Por NHK (emissora pública de televisão do Japão) - LOS ANGELES

O longa sul-coreano Parasita fez história na cerimônia do Oscar, ontem (9), em Los Angeles, ao se tornar a primeira película em língua estrangeira a obter a premiação de melhor filme, conquistando ainda outras três categorias, incluindo a de melhor diretor.

Nenhum filme estrangeiro jamais havia conquistado a premiação máxima nos 91 anos da academia de cinema.

92nd Academy Awards - Vanity Fair - Beverly Hills/Reuters/Danny Moloshok/Direitos reservados
O diretor Bong Joon-ho, de Parasita, comemora o Oscar de melhor filme Reuters/Danny Moloshok/ direitos reservados

Parasita é uma comédia sarcástica sobre uma pobre família que reside em Seul, na Coréia do Sul, e que alcança um status de classe média alta. Dirigido por Bong Joon-ho, o filme foi aclamado por ilustrar a divisão social existente na Coreia.

A película também conquistou premiações de melhor roteiro original e de melhor filme estrangeiro.

Enquanto isso, Kazu Hiro, nascido no Japão, ganhou seu segundo Oscar na categoria maquiagem e cabelo, por seu trabalho em Bombshell. O filme aborda casos de abuso sexual na emissora de TV Fox News.

O primeiro Oscar da 92.ª edição dos prémios da Academia de Hollywood foi entregue a Brad Pitt como melhor ator secundário, pelo desempenho em Era Uma Vez em... Hollywood, de Quentin Tarantino.

O ator Tom Hanks, pelo desempenho em Um Amigo Extraordinário, Anthony Hopkins, em Dois Papas, Al Pacino, em O Irlandês, e Joe Pesci, em O Irlandês, eram os outros quatro candidatos.

Como foi

A entrega do Oscar de melhor ator secundário abriu a cerimônia de celebração da indústria cinematográfica norte-americana, em Los Angeles, uma solenidade de novo sem apresentador e com Joker, de Todd Phillips, reunindo onze indicações, o maior número da noite, entre as quais as de melhor filme, melhor realizador e melhor banda sonora.

Joker foi seguido de perto por O Irlandês, de Martins Scorsese, Era uma Vez... em Hollywood, Quentin Tarantino, e 1917, de Sam Mendes, com dez indicações cada, entre as quais, as categorias de melhor filme e melhor realização.

A produção brasileira Democracia em vertigem não venceu na categoria documentário. O ganhador neste quesito foi Indústria americana, de Julia Reichert e Steven Bognar.

A 92ª edição do Oscar foi realizada no Dolby Theatre, em Los Angeles, na Califórnia.

Edição: -

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Andreia Reis/ Cinemateca Brasileira
Geral

Transferência de posse da Cinemateca foi concluída, afirma ministério

A Cinemateca Brasileira, dona do maior acervo audiovisual da América do Sul, deixa de ser administrada pela Fundação Roquette Pinto e passa a ser patrimônio da União.

dólar
Economia

Dólar supera R$5,40 e fecha no maior valor desde junho

Negociações foram afetadas por mercado externo, com estagnação no mercado de trabalho norte-americano e impasse nas discussões de novo pacote de estímulos nos EUA.

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, apresenta a versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVe).
Justiça

TRF2 nega soltura a secretário afastado de Transportes de São Paulo

Baldy teve prisão temporária decretada pela primeira instância da Justiça Federal no Rio na Operação Dardanários, que apura fraudes em contratações na área de Saúde

exame coronavirus COVID-19
Saúde

Covid-19 já causou mais de 14 mil mortes no estado do Rio

O número de pacientes que se recuperaram da covid-19 no estado do Rio chegou a 156.785. Estão em investigação 985 mortes por possível relação com o coronavírus.

 O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anuncia a nova modalidade do programa Corujão da Saúde, durante entrevista à imprensa
Educação

Prefeito de SP diz que volta às aulas na capital não tem data definida

Segundo ele, o retorno presencial poderá ocorrer a partir de 7 outubro, mesma data definida para o retorno pelo governo do estado, nos meses seguintes, ou até em 2021.

Saúde

Amapá, Ceará e Rio de Janeiro seguem em alerta de uma segunda onda

O Boletim InfoGripe da Fiocruz indica que Amapá. Ceará e Rio de Janeiro mantêm o sinal de retomada do crescimento de novos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).