G7 diz que vai manter expansão fiscal para combater coronavírus

Ações visam restaurar crescimento e a confiança abalados pela covid-19

Publicado em 24/03/2020 - 13:10 Por David Lawder - Reuters - Washington

Os ministros das Finanças e os presidentes dos bancos centrais do G7 se comprometeram hoje (24) a ampliar as ações fiscais e monetárias pelo tempo necessário para restaurar o crescimento e a confiança abalados pelo coronavírus (covid-19). O Grupo dos Sete (G7) reúne os países mais industrializados do mundo, composto por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido.

Em comunicado divulgado após uma ligação semanal na manhã desta terça-feira, o grupo afirmou: "Faremos o que for necessário para restaurar a confiança e o crescimento econômico e proteger empregos, negócios e a resiliência do sistema financeiro. Também prometemos promover o comércio e o investimento globais para sustentar a prosperidade."

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias